EXPLICAÇÕES - 04/05/2018 - 16:05

Almeida depõe no MPE sobre inauguração do Centro de Nefrologia

Foto: Arquivo

Da redação, AJN1

O secretário de Estado da Saúde, Almeida Lima, esteve na promotoria de Saúde do Ministério Público Estadual (MPE) na manhã desta sexta-feira (4), para depor sobre a inauguração da obra inacabada do Centro de Nefrologia e Hemodiálise do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), ocorrida no último dia 5 de abril, um escândalo que repercutiu negativamente a nível nacional e rendeu a ele uma saraivada de críticas de governistas e oposicionistas.

Diante do promotor de justiça Francisco Lima Júnior, o gestor da Saúde do Estado afirmou que não vê equívoco na inauguração e que não há motivos para responsabilizá-lo, já que não houve, segundo ele, prejuízo ao erário ou a pessoas.

No último dia 30, Almeida concedeu entrevistas à imprensa e deixou claro que, no dia da inauguração, diante do ex-governador Jackson Barreto, relatou que os serviços só iriam estar à disposição da população em oito ou 10 dias.
“É normal inaugurar sem estar pronta. Não foi propaganda enganosa. Estávamos inaugurando a obra da unidade, do ponto de vista físico. Prejuízo nenhum houve para ninguém. Ninguém foi enganado, até porque, durante a inauguração, eu disse, por diversas vezes, que estaria funcionando entre oito e dez dias”.