DETERMINAÇÃO - 16/05/2018 - 14:49

Antigo Hotel Palace será interditado no dia 27 de maio

Foto: Divulgação

Da redação, AJN1

O antigo Hotel Palace, situado em frente à praça General Valadão, no coração do centro comercial de Aracaju, será interditado às 8h do próximo dia (27). A data foi anunciada na manhã desta quarta-feira (16), durante reunião entre representantes da Defesa Civil de Sergipe e o Ministério Público Estadual (MPE).

No último dia 11, o Tribunal de Justiça, a pedido do MPE, determinou a interdição imediata do prédio, alegando fortes indícios de problemas na estrutura física, colocando em risco a vida de pessoas que transitam pleo local. Também havia sido determinada a retirada de todos os vendedores ambulantes que lá se encontram, em quaisquer dos andares e do térreo.

Segundo o diretor da Defesa Civil, Alexandre Lima, a partir de amanhã (17), todos os comerciantes que se encontram no local serão notificados da decisão e terão até o dia 26 para deixar o local definitivamente.

A sentença estabelece que se promovam as necessárias obras de reforma e revitalização do edifício, com as pertinentes reformas de estrutura, tais quais: correção das rachaduras no concreto, nas vigas de madeira apodrecidas; equipação contra risco de incêndio; isolamento de toda fiação elétrica exposta; restauração da marquise e das estruturas externas, janelas e esquadrias que ainda ameaçam a cair; além da apresentação do atestado de regularidade a ser expedido pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Sergipe.

História

Conforme relatos de historiadores, o Hotel Palace tinha 71 apartamentos com padrão internacional. No 12º andar existiam duas suítes presidenciais.

O hotel incrementou as atividades sociais e culturais na capital jamais vista antes. Diversas celebridades nacionais se hospedaram, a exemplo de Pelé, o presidente Emílio Garrastazu Médici, o presidente João Batista Figueiredo, o escritor baiano Jorge Amado, Abelardo Barbosa, conhecido como “Chacrinha”.

Cantores de renome como Roberto Carlos, Luiz Gonzaga, Alcione, Agnaldo Timóteo e Ângela Maria também eram assíduos. Até os jogadores do Flamengo e da Seleção Brasileira passaram por lá.