OPERAÇÃO DE CRÉDITO - 13/06/2018 - 18:12

Câmara autoriza Prefeitura a contrair empréstimo no valor de R$9,6 milhões

Da redação, AJN1

Os vereadores de Aracaju aprovaram nesta quarta-feira (13), o Projeto de Lei Complementar, de número 153/2018, que autoriza a Prefeitura Municipal a contrair um empréstimo, junto ao Banco do Brasil, superior a R$9,6 milhões. O que chama a atenção é que o projeto passou pela Câmara com 13 votos favoráveis e uma saraivada de dúvidas, já que a Prefeitura não enviou um técnico para explicar aos parlamentares em qual ação essa dinheirama será aplicada.

O vereador Lucas Aribé (PSB) criticou a falta de explicações sobre as especificações detalhadas do projeto. “O que eu quero, aqui, é a transparência. Que o Executivo nos especifique o conteúdo. Peço, pelo menos, que nos envie um técnico para detalhar o projeto”, cobra.

Opinião semelhante tem o vereador Elber Batalha (PSB). “Soube das especificações através de um gerente do Banco do Brasil. Sou favorável ao projeto, mas é necessário que a Prefeitura nos envie um técnico para detalhar como a modernização da gestão será feita, como este recurso será utilizado”.

O líder da Prefeitura na Câmara, Professor Antônio Bittencourt (PCdoB), desconversou e não entrou em detalhes. “Concordo com muito do que foi colocado aqui e queria prestar alguns esclarecimentos. Não vai ser um cheque em branco, como foi dito aqui. O dinheiro fica no Banco do Brasil e é liberado de acordo com o processo de empenho”, tartamudeou.

Até o fechamento desta matéria, a AJN1 não recebeu retorno da Assessoria de Comunicação da Prefeitura para explicar, de forma pormenorizada, como esse dinheiro será aplicado.