MOVIMENTO - 07/08/2018 - 15:34

Funcionários dos Correios podem entrar em greve

Foto: Ilustrativa

Da redação, AJN1

Os trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos ou, simplesmente, Correios — responsável pela execução do sistema de envio e entrega de correspondências em todo o Brasil — podem entrar em greve em todo o país a partir das 22h desta terça-feira (7), segundo o Comando Nacional de Mobilização e Negociação da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos Similares (Fentect).

A opção pela greve, segundo a categoria, é a falta de acordo entre os profissionais e a empresa para fechar a convenção coletiva deste ano. Entre as principais reivindicações, estão reajuste salarial de 5%, mais R$ 300 de aumento. Além disso, eles também querem manter o plano de saúde como está e incluir sete exames obrigatórios.

Em nota, a assessoria de comunicação da Fentect disse que, há alguns anos, a direção da estatal vem tornando a empresa ineficiente e colocando em jogo a credibilidade frente ao público. “O patrimônio nacional tricentenário está prestes a ser privatizado, no que depender do governo federal e dos inúmeros vice-presidentes que comandam os Correios. Para o Comando, trata-se da continuidade da política do desgoverno Temer. Cabe aos trabalhadores impedir que isso aconteça.”

Ainda segundo a nota, a luta não é apenas por reajuste salarial, vai além. “É também pela manutenção dos serviços, que é um direito constitucional, e a acessibilidade a todos os cidadãos. Mas, claro, o desenvolvimento da empresa passa pela qualidade do trabalho oferecida aos empregados.”

Em nota à imprensa nacional, os Correios disseram que “ainda estão em negociação com as representações sindicais”.