SOLENIDADE - 07/03/2019 - 14:21

Hilda Ribeiro é empossada como prefeita de Lagarto

Foto: Divulgação

Da redação, AJN1

Hilda Ribeiro foi empossada como prefeita de Lagarto durante solenidade realizada na manhã desta quinta-feira (7), na Câmara de Vereadores. Ela, que exercia a função de vice, assume a titularidade de Valmir Monteiro, que pediu licença do cargo porque está preso no Presídio Militar (Presmil), em Nossa Senhora do Socorro, desde o último dia 22, suspeito de envolvimento na prática de lavagem de dinheiro.

“Precisamos enfrentar uma dura realidade: Lagarto não pode parar, a prefeitura tem de funcionar bem, os problemas da cidade, dos povoados e das pessoas são muitos, são graves e precisam de uma solução imediata”, disse a prefeita.

Hilda é esposa do deputado federal Gustinho Ribeiro e já havia exercido o posto entre novembro e dezembro do ano passado em virtude da decisão de afastamento de Valmir pelo Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ/SE).

Operação Leak

Valmir Monteiro e o genro Igor Ribeiro Costa Aragão se apresentaram à polícia no ´´ultimo dia 22 e estão sob custódia da justiça no Presmil, em Aracaju. Eles e os sócios da empresa JLM, Joel do Nascimento Cruz e Gildo Pinto dos Santos, são alvos da operação “Leak” deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e do Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) do Ministério Público do Estado (MPE).

A operação visa desmantelar um suposto esquema de desvios de verbas públicas do matadouro do município, além de lavagem dinheiro.

A ação se concentrou na Prefeitura de Lagarto, Secretarias Municipais de Finanças e Administração, Matadouro de Lagarto, e na sede da empresa JML Comercial Atacadista de Fumo Ltda; e nos endereços residenciais de Valmir Monteiro, do genro, do administrador do Matadouro Municipal e de pessoas que aparecem nas investigações como “Laranjas”.