INTERNACIONAL - 13/01/2018 - 10:08

Irã qualifica novas sanções dos EUA de “ilegais” e ameaça com resposta

Foto: Divulgação

Neste sábado (13), o Ministério de Assuntos Exteriores do Irã condenou as novas sanções impostas pelos Estados Unidos, qualificando-as de “ilegais e hostis”, e advertiu que receberão uma “séria reação” por parte da República Islâmica.

De acordo com comunicado do ministério, o anúncio de novas sanções cruza “todas as linhas vermelhas de comportamento na comunidade internacional e viola as normas de princípios da lei internacional”.

O Tesouro americano anunciou na véspera sanções a 14 pessoas e entidades iranianas, entre elas o chefe do Poder Judiciário, aiatolá Sadeq Larijani, por abusos aos direitos humanos e apoio ao Programa de Mísseis Balísticos do Irã.

O departamento iraniano também reagiu às ameaças feitas ontem (12) pelo presidente americano contra o acordo nuclear, assinado em 2015 entre Irã e seis grandes potências.

O Ministério de Assuntos Exteriores insistiu em que não adotará “nenhuma medida além dos compromissos que contraiu com o JCPOA”, sigla em inglês pela qual se conhece formalmente o pacto nuclear.

 

Com informações da Agência .EFE