DECISÃO - 08/02/2018 - 18:08

Jackson vai deixar Governo para disputar Senado

O governador Jackson Barreto | Foto: Campanha 2014

Da redação, AJN1

Acabou o mistério. O governador Jackson Barreto (MDB), do alto dos seus 72 anos, confidenciou a pessoas próximas que não vai se aposentar da vida pública, como muitos torciam, e que será candidato a uma das duas vagas ao Senado nas eleições de outubro, cargo político que ele nunca ocupou. Procurada, a Secretaria de Estado da Comunicação (Secom) confirmou a intenção do mandatário, que deve oficializar sua pré-candidatura em breve.

A notícia provocou um maremoto nos corredores da política sergipana, isso porque Jackson, natural de Santa Rosa de Lima, deixou seus aliados políticos com uma vaga a menos na costura da chapa majoritária, altamente disputada na formação de um elo sólido, cujos nomes ainda estão num papel rabiscados a grafite e podem ser apagados pela borracha do governador a qualquer momento.

Se ele causou alvoroço entre seus aliados, o que dizer da oposição, que esperava ver Jackson viajando pelo Caribe em 2019, curtindo a velhice, como tem de ser, e não ativo, com chances reais de se tornar senador e tomar a vaga de um dos postulantes oposicionistas.

Com essa decisão, o governador possivelmente deixará o cargo já em meados do mês de março, para se dedicar à campanha. Em seu lugar, assume o vice, o pré-candidato ao governo Baelivaldo Chagas (MDB).

Oprazo para desincompatibilização de candidatos que ocupam cargos públicos, como manda o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é até o dia 7 de abril.