POLÊMICA - 29/10/2018 - 14:27

Jackson Barreto vai processar delegada Danielle Garcia



Da redação, AJN1

O ex-governador de Sergipe, Jackson Barreto (MDB) afirmou nesse domingo (28), após a confirmação da reeleição do governador Belivaldo Chagas (PSD), que vai processar a delegada Danielle Garcia, coordenadora do Departamento de Narcóticos, por calúnia e difamação.

Jackson afirma que, durante a campanha para governo, foi duramente criticado por Danielle, a qual o acusou de perseguição, quando era chefe do Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap). As declarações da delegada foram utilizadas na campanha de Valadares Filho (PSB), adversário de Belivaldo no segundo turno das eleições. “A continuidade do governo Belivaldo e Jackson Barreto é uma tragédia para a maioria dos sergipanos de bem que lutam contra corrupção”, afirmou ela à época.

Em tom elevado, Jackson exige que Danielle prove qualquer indício de perseguição ou corrupção. “Não me compare com corrupto. Eu quero que ela e Valadares provem na Justiça onde foi que teve corrupção no meu Governo. Eu tive problemas com servidores, porque enfrentei uma séria crise financeira e política. Lutei bastante para não ter manchas no meu Governo”.

Ainda segundo o emedebista, a delegada achava que era insubstituível. “Ela falava como se não pudesse ser substituída, algo comum em um governo para manter a oxigenação. Dei a ela total condições de trabalho, total liberdade. Ela nunca recebeu uma ligação minha pedindo para favorecer alguém. Ela é mentirosa. O que ela tem é frustração porque queria aparecer para ser senadora”, finalizou.