RESSURGIU DAS CINZAS - 05/12/2017 - 17:49

Makro será reinaugurado na 1ª quinzena de dezembro

O diretor regional do Makro, Vanderlei Moretti | Foto: AJN1

Da redação, Joângelo Custódio

Há 11 meses, um incêndio destruiu a loja Makro Atacadista, localizada na avenida Tancredo Neves, em Aracaju. Da estrutura original, inaugurada em meados de 2002 como a face da modernidade, só sobraram emaranhados de aço e fragmentos carbonizados. As causas das chamas são inconclusivas, como apontou o laudo do Corpo de Bombeiros, à época, e não houve feridos.

Mesmo diante do incidente, os executivos da rede decidiram ficar em Aracaju e reerguer a loja, a qual deve ser reinaugurada nas próximas semanas, ainda sem data definida, como explica o diretor regional do Makro, Vanderlei Moretti, durante entrevista exclusiva ao AJN1.

“A primeira quinzena de dezembro é a previsão para a inauguração. Só estamos dependendo de algumas licenças. Estamos trabalhando para isso. A loja está praticamente pronta, só faltam alguns detalhes”, avisou ele.

Funcionários

Vanderlei Moretti fez questão de ressaltar que, em nenhum momento, a empresa pensou em demitir os 103 funcionários. “Ao contrário, mantivemos todos eles, pagando salário e promovendo cursos de capacitação. Durante esse período, a gente fez um projeto chamado “AJU”, que visava manter o relacionamento de todos os trabalhadores com a empresa. Durante o período de reconstrução da loja, esses funcionários receberam treinamento para que pudessem melhorar, cada vez mais, seus conhecimentos. E todos eles estão de volta e vão participar da reinauguração”, conta.

Impacto na economia

Segundo o diretor regional, com a reabertura da loja, haverá um impacto positivo na economia da capital. “É uma empresa que sempre participou da economia da cidade. Nós temos vários programas e projetos para os nossos clientes profissionais, projetos de capacitação, de treinamento e isso nós fazemos em todas as lojas do Brasil. A nível financeiro, esperamos crescer em relação a 2016, que foi o nosso último ano de operação na capital, e pretendemos ter uma expectativa, em 2018, de vender algo em torno de R$120 milhões”, contabiliza.

Vanderlei vai ainda além. Segundo ele, a loja em Aracaju é estratégica e representa 8% do mercado do Nordeste. “Foi um momento muito difícil para a empresa, uma fatalidade que mexeu muito com todos. Mas Sergipe é um estado que queremos continuar. Nós temos onze lojas na regional Nordeste e a loja de Sergipe representa oito por cento desse faturamento, então, é uma loja muito importante para nós e não tinha como não reconstruir”, avalia.

Construção recorde

Vanderlei conta que a reconstrução do Makro aconteceu em pouco mais de três meses, tempo recorde. “Não foi mágica! Fizemos uma licitação bem detalhada e levamos muito tempo para iniciar o projeto da reconstrução em virtude de várias licenças, porque queríamos escolher a melhor construtora e reerguemos quase em tempo recorde. Normalmente, esse tipo de obra dura quatro meses e conseguimos fazer em três meses e meio, por aí”, afirma, ao revelar que todas as lojas da rede possuem seguros em casos de incêndio e o aporte para a reconstrução foi de R$30 milhões.

O novo Makro está com uma roupagem mais moderna. Aliás, a mais moderna do país, principalmente quando o assunto é sustentabilidade. “São nove mil e duzentos metros de área construída e quatro mil oitocentos metros de área de venda. A gente não somente reconstruiu a loja, a gente quis fazer ela melhor do que já era. Vai inaugurar com estacionamento coberto, com ar condicionado. E também será altamente sustentável, com estação de reciclagem, reuso de água, iluminação tipo led, certificação Leed, de cunho internacional de sustentabilidade. Vai ser a primeira loja sustentável da rede”, comemora.

O Makro

No Brasil desde 1972, o Makro é uma empresa do grupo holandês SHV (Steenkolen Handeis Vareeniging) e opera em 5 países da América do Sul: Argentina, Brasil, Colômbia, Peru e Venezuela, atualmente com mais de 130 lojas.
A partir do começo dos anos 90, investimos na expansão de lojas em todo o Brasil, alinhado com o crescimento das demais regiões, principalmente nas regiões Sul e Nordeste.

Com 74 lojas amplas e estrategicamente localizadas, o Makro visa suprir todas as necessidades de clientes profissionais através de uma grande variedade de produtos em Alimentos, Perecíveis e Não Alimentos, além de formatos diferenciados no atendimento e entrega das mercadorias.

Related Post