COBRANÇA - 10/11/2017 - 10:36

Orçamento de 2018 prevê recuperação da SE-160

Foto: Arquivo/Alese

 

O Projeto de Lei que fixa a receita e estima a despesa do Estado de Sergipe para o ano de 2018, aprovado em primeira discussão pela Assembleia Legislativa (Alese), prevê a destinação de recursos da ordem de R$ 3,1 milhões para obras de recuperação da rodovia SE-160, no agreste sergipano. Essa foi uma das cobranças feitas por muito tempo pela deputada estadual Maria Mendonça (PP) que, em 2015 apresentou a Emenda Aditiva número 22, ao Orçamento de 2016 com esse propósito.

“Nessa Emenda sugeríamos a destinação de R$ 2 milhões para a pavimentação asfáltica dos sete quilômetros da Rodovia SE 160, compreendidos entre o trecho que liga a Usina Pinheiro até o Povoado Pedrinhas, no município de Areia Branca, mas infelizmente foi rejeitada pela maioria dos colegas deputados”, disse Maria. No mesmo período, a Assembleia Legislativa aprovou a Indicação 303/2015, também, de sua autoria, solicitando o mesmo serviço, o que não aconteceu.

Maria Mendonça contou que a comunidade do povoado fica ilhada nos períodos chuvosos em função do acúmulo de lama por causa da pavimentação inadequada. Com a realização do serviço, previsto no orçamento do próximo ano, de acordo com a deputada, mais de quatro mil famílias terão o acesso à sua comunidade facilitado. “Sem contar que o escoamento da produção de todos os produtos agrícolas será melhorado, beneficiando, também, os produtores de Itabaiana e regiões circunvizinhas”, apontou.

Para a parlamentar, ainda que tardia, a solução vai dar mais segurança àqueles que trafegam pela estrada, atenuando o risco de acidentes. “A nossa expectativa é de que esses recursos minimizem os problemas enfrentados por todos que trafegam por essa estrada e, consequentemente, reduzam-se os acidentes que têm vitimado, diariamente, pais e mães de família”, disse a deputada, ao lembrar que só este ano, 71 pessoas morreram nas estradas que cortam o Estado de Sergipe. “Há anos tenho alertado sobre a necessidade de um investimento massivo na recuperação das rodovias, para que essa estatística não continue em ascensão”, concluiu.

Fonte: Ascom Parlamentar