TEMPO - 18/05/2017 - 15:22

Previsão é de mais chuvas para os próximos 5 dias em Sergipe

Foto: Joangelo Custódio/AJN1

 

Da redação, AJN1

A tendência é que o tempo continue instável e a chuvarada que teve início na manhã desta quinta-feira (18) deve continuar pelos próximos cinco dias, não de forma continuada, mas intercalada e com variações milimétricas peculiares a cada território. A previsão é do Centro de Meteorologia de Sergipe, vinculado à Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh).

O coordenador da Sala de Situação do Centro de Meteorologia, Overland Amaral, em entrevista ao AJN1, informou que as ocorrências de chuvas foram previstas com uma semana de antecedência pelos modelos climatológicos utilizados pela Sala de Situação da Semarh e são consideradas normais para esta época do ano. Neste caso, as precipitações estão vindo da região sul e devem se deslocar para o norte e centro-agreste, e perde força ao chegar no semiárido.

“Maio é mês com maior índice de precipitação. Nossos modelos apontaram que os sistemas de sul iriam chegar ao estado a partir de hoje e se prolongar nos próximos quatro ou cinco dias mais intensamente, deslocando-se para as regiões centro-agreste, litoral e até atingir a parte norte do estado. De certa forma, a chuva será distribuída para todo o estado, claro, de forma decrescente, de sul para norte e de leste para noroeste”, explicou de forma pormenorizada o meteorologista.

Trimestre chuvoso

Overland Amaral, ao fazer uma análise dos resultados dos modelos climatológicos para este trimestre, composto pelos meses de maio, junho e julho, informou que este período trimestral será um dos mais abastados pluvialmente falando, principalmente em relação ao ano passado, considerado por ele como um dos mais secos dos últimos anos. As regiões leste e agreste receberão maior volume de chuvas, entre 650 a 750 milímetros (mm), isto é, um início de inverno generoso.

“Os nossos modelos apontam a climatologia para este trimestre da qual se vê um variação de 250 milímetros, no noroeste do estado, a acima de 600 mm no leste e agreste, ou seja, um bom período chuvoso para o trimestre. Essa é a média história e se espera isso. A gente observa que as regiões de litoral e agreste estarão de normal a acima da média e a região do semiárido, do alto sertão, estão, em torno da média com ligeira diminuição de 5 mm do volume”, detalhou Overland.

 

Related Post