AVISO - 16/03/2017 - 18:18

Rodoviários podem decretar greve por tempo indeterminado



Da redação, AJN1 – 17h00

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Aracaju (Sintra) decidirá na próxima quarta-feira (22), em assembleia no auditório do Sest-Senat, às 9h30, se vai aprovar indicativo de greve por tempo indeterminado caso a classe patronal não apresente contraproposta para o pedido de reajuste salarial de 15%, além de 15% de aumento no tíquete alimentação.

A reportagem do AJN1 entrou em contato com o assessor de Comunicação do Sintra, Valtenes Porto. Para ele, a categoria está aberta ao diálogo com os empresários do transporte e aguarda uma contraproposta positiva, senão a greve pode ser deliberada numa data oportuna.

“Pode sair um indicativo de greve se até o dia 22, dia da próxima assembleia, os empresários não enviarem nenhuma contraproposta ou a contraproposta não for a contento. Até então, já tivemos cinco reuniões e a nossa proposta é de quinze por cento de aumento do salário e quinze por cento de aumento do tíquete, além de outros cinco pedidos. O Sindicato está aberto à negociação, ao diálogo”, explicou o assessor sindical.

Ainda segundo Valtenes, os empresários avaliaram os pedidos, mas a contraproposta deles está baseada na mudança da data base, de março para dezembro ou janeiro. “A proposta deles já foi derrubada por nós na última assembleia, realizada no último dia quatorze”, revelou.

Hoje, conforme dados do Sintra, são mais de 3.500 trabalhadores rodoviários. O motorista recebe R$1.823; cobrador R$1015; e despachantes R$1.631. Todos eles recebem ainda um tíquete alimentação no valor de R$500.

A AJN1 tentou contato com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do município de Aracaju (Setransp), mas não encontrou ninguém para falar sobre o assunto.

Related Post