- 02/02/2016 - 11:58

Saúde lança Campanha de Prevenção para o Carnaval 2016

Da Ascom, SES

 

Fevereiro já começou e o clima festivo já tomou conta de Sergipe. Às vezes, os excessos da época podem levar as pessoas a ter relação sexual sem proteção, o que as coloca em grande risco de contrair Infecções Sexualmente Transmissíveis (DSTs) e a Aids. Pensando nisso, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), através da gerência do Programa Estadual de DST/Aids, lançou nesta terça-feira (02), a Campanha de Prevenção para o Carnaval 2016.

 

Este ano, o tema da campanha é ‘Deixe a prevenção tomar conta do seu Carnaval – use camisinha!’, focando a importância do uso correto dos preservativos masculinos e femininos para evitar as DSTs. A iniciativa também focará a prevenção e o combate ao mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus.

 

“A campanha de 2016 tem o objetivo de estimular e apoiar a realização do bloco da Prevenção na capital e no interior, esclarecendo aos foliões sobre a realização do teste rápido para diagnóstico do HIV antes do carnaval e 30 dias após a última relação sexual sem camisinha”, explica o médico Almir Santana, gerente do Programa Estadual de DST/Aids, ressaltando que “prevenido, o cidadão não corre o risco de ter a sua relação sexual adiada e ainda se protege do HIV, de outras IST e das Hepatites Virais. Os casos de HIV e AIDS continuam aumentando e é preciso que todas as pessoas mudem de atitude, façam o Teste Rápido e usem sempre camisinha”.

 

O bloco da Prevenção estará no Rasgadinho, em Aracaju, no domingo, 07 de fevereiro, a partir das 14 horas. Cada abadá será trocado por uma lata de leite em pó, o que dará direito a participar do cortejo carnavalesco. As trocas das latas de leite pelos abadás serão realizadas a partir de hoje (02) até o dia 05 na sede da Secretaria de Saúde, na praça General Valadão, no Centro da capital. O leite arrecadado será doado às Casas de Apoio que assistem pessoas que vivem com HIV/Aids.

 

“Para a Campanha de Prevenção do Carnaval de 2016 contamos com o apoio dos municípios, independente se terão festejos ou não, disponibilizando folhetos, cartazes, preservativos e porta-camisinhas. Vamos nos somar à Vigilância Epidemiológica para orientar a população, também, sobre os cuidados que devem ter em casa para evitar a proliferação e o aparecimento do mosquito Aedes aegypti. A Saúde é feita com a união dos esforços”, almeja Almir Santana.