- 29/03/2019 - 15:09

Teatro Atheneu recebe espetáculos

Foto: Funcap

O Teatro Atheneu mais uma vez foi o palco de atrações culturais. Foram 65 anos de memórias que enriquecem a história artística de Sergipe. Pensando nisso, o Governo de Sergipe, por meio da Fundação de Cultura e Arte Aperipê (Funcap/SE), realizou um evento de comemoração ao aniversário do teatro Atheneu, na noite da última quinta-feira (28).

Segundo a presidente da Funcap, Conceição Vieira, o teatro é um templo onde se consagram as artes, a revelação artística e as belezas culturais. “O Atheneu marca sua historia na alma da gente sergipana e, para celebrar o momento, o Governo de Sergipe trouxe uma programação que enriquece ainda mais essa homenagem. São 65 anos de celebração de histórias e raízes com a alma e desejo sergipano de ser”, declara Conceição Vieira.

A performance “Vida no Palco”, das bailarinas Nivea Vargens, Isadora Tassiane, Mariana Gonzaga e Mayana Francisco encantou a todos os presentes com a sua riqueza de movimentos. Enquanto que os depoimentos sobre a vivência no teatro, da historiadora Aglaé Fonte e do diretor de teatro, Augusto Barreto, emocionaram o público. Solange Gomes, produtora cultural e jornalista, faz parte dessa história devido às suas experiências no cenário da arte em Sergipe. “O teatro Atheneu é minha casa, já fiz vários eventos aqui. Ele é um grande referencial para o nosso Estado”, relata Solange.

Sob a regência do maestro Guilherme Mannis, a Orquestra Sinfônica de Sergipe (Orsse) apresentou o Festival Bach, um concerto inteiramente dedicado às obras deste compositor alemão. O jovem pianista aracajuano, Suellio Brendo, fez sua estreia com a Orsse no concerto de comemoração. Recém-formado em piano pela UFRJ, já ganhou diversos concursos nacionais e cursará mestrado em performance em Montrèal, no Canadá. Por sua vez, o violinista, Felipe Harder Annunziato, recém-integrado à Orsse em 2018 e com grande atuação nacional, foi o solista do concerto. Realizaram solos especiais também o violinista Fabiano Santana, concertino da Orsse e membro do grupo há mais de 15 anos, e o oboísta, Ricardo Resende.

O corretor de imóveis Jhonny Nunes Ferreira, prestigiou o evento e destacou sobre a importância de fomentar a cultura no Estado por meio do teatro. “O teatro é importante para fazer com que as pessoas abracem a cultura, principalmente quando se trata de uma cultura da gente. É uma maneira de fazer com que a gente saia de casa com nossos amigos e familiares para curtir uma programação agradável”, reconhece.

Fonte: Funcap