CRIME REPETIDO - 11/01/2018 - 09:39

Terceiro taxista é assaltado em menos de quatro dias por casal



Em menos de quatro dias, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) registra o terceiro assalto a um taxista, configurando um crime que vem ocorrendo em circunstâncias bastante semelhantes.

Na ocorrência mais recente, que se deu na noite da última quarta-feira, 10, um taxista atendeu a uma corrida de um casal em frente a um condomínio na avenida Adélia Franco. Após passar pela ponte entre o Inácio Barbosa e o São Conrado, destino dos supostos clientes, eles solicitaram que o taxista entrasse numa rua escura, que foi o que
despertou no condutor a suspeita de que seria assaltado. A suspeita aumentou quando, antes de chegar ao local, o homem do casal perguntou se o profissional sabia onde ele (o assaltante) poderia adquirir munição
para pistola .40.

Em seguida, as suspeitas dele se confirmaram: o homem apontou uma arma de fogo para o profissional e pediu a renda. O taxista tentou argumentar, mas não obteve êxito, tendo R$ 135 subtraídos, além de um telefone
celular Samsung preto.

Ocorrência similar

Na noite do dia 9, a SSP registrou uma ocorrência similar: um casal solicitou corrida na avenida Adélia Franco, com destino ao São Conrado, e anunciou o assalto após chegar ao local. Na ocasião, os criminosos
levaram R$380 e um celular Moto G2 preto.

A terceira ocorrência se deu no dia 8, quando mais um taxista também foi vítima da criminalidade. Numa corrida acionada por um casal no bairro Capucho, o profissional foi surpreendido por três homens armados, que
levaram uma renda de R$100 e colocaram a vítima dentro da mala do veículo.