- 14/11/2018 - 19:20

A quem você quer agradar?

Muitas pessoas não estão vivendo a sua vida de verdade, mas vivendo de tal forma que possa agradar aos outros. Será que isso está correto?

Jesus, numa conversa com o povo, comentou o seguinte: “João Batista não comia e não bebia e vocês diziam que ele tinha demônio; a mim vocês chamam de comilão e beberrão e ainda amigo de pecadores.” Na verdade, Jesus estava querendo dizer que nunca conseguimos agradar aos outros, e isto é um fato. Pare pra pensar e veja se na sua vida isso também acontece. Quantas vezes ficamos tristes depois de termos feito o nosso melhor dentro de uma situação, ou em favor de uma pessoa em especial e, de repente, quando estamos prontos para receber os elogios, a gratidão, o que recebemos mesmo é a crítica, a reclamação, a murmuração e ainda ouvimos as pessoas dizendo que estamos deixando a desejar. Isso acontece em relação a amigos, a vida amorosa, a família, a trabalho, Poxa! É muito triste quando percebemos que não conseguimos agradar as pessoas, principalmente quando são pessoas especiais para nós.

Por outro lado, alguém pode estar dizendo: “Muito bem! Então vamos viver para agradar a nós mesmos”. Isso também não funciona. Veja o que diz a Bíblia Sagrada, em Eclesiastes: “Quem ama o dinheiro jamais terá o suficiente; quem ama as riquezas jamais ficará satisfeito com os seus rendimentos. Isso também não faz sentido. Quando aumentam os bens, também aumentam os que o consomem. E que benefício trazem os bens a quem os possui, senão dar um pouco de alegria aos seus olhos? O sono do trabalhador é ameno, quer coma pouco quer coma muito, mas a fartura de um homem rico não lhe dá tranquilidade para dormir. Há um mal terrível que vi debaixo do sol: riquezas acumuladas para infelicidade do seu possuidor. Se as riquezas dele se perdem num mau negócio, nada ficará para o filho que lhe nascer. O homem sai nu do ventre de sua mãe, e como vem, assim vai. De todo o trabalho em que se esforçou nada levará consigo. (Eclesiastes 5:10-15). O resumo desse trecho das Escrituras Sagradas é o seguinte: não tem o que chega para nós, nunca estamos satisfeitos, estamos sempre querendo mais. Veja que isso acontece conosco o tempo todo. Queremos um carro e conseguimos, daqui a pouco esse carro já não nos serve mais e queremos um outro. Temos um celular agora e daqui a pouco queremos outro. E quer saber mais? Isso acontece até em relação a pessoas.

Pois bem, o balanço é esse: se quisermos agradar os outros, nos frustraremos, pois não conseguiremos; se quisermos agradar a nós mesmos, o mesmo acontecerá, pois também não conseguiremos. Por que será que isso acontece? Porque, na verdade, não fomos criados para agradar aos outros e nem a nós mesmos. A Bíblia nos ensina, no livro de Isaías, que fomos criados para a glória de Deus. Também na Bíblia, na carta aos Colossenses, está escrito que fomos feitos por Ele e para Ele.

Portanto, se não estivermos dentro do propósito para o qual fomos criados, estaremos vivendo infelizes, seremos como um lindo e precioso livro que foi escrito com o propósito de edificar os outros, porém está apenas sendo usado para escorar o pé de uma mesa. Viva para agradar a Deus, pois fazendo isso, você viverá de bem com os outros e consigo mesmo.

Um grande abraço e até a próxima se Deus quiser.