- 05/11/2018 - 17:54

Existirá barreiras

Vejo em Jesus Cristo algumas atitudes que, num primeiro momento, são um pouco difíceis de serem entendidas, como, por exemplo, no episódio da mulher cananéia (Mateus 15:21-28).

O texto bíblico nos diz que uma mulher veio atrás de Jesus, clamando: “Senhor, filho de Davi, tem misericórdia de mim! Minha filha está endemoninhada e está sofrendo muito”. Mas Jesus não lhe deu atenção e, quando resolveu dizer alguma coisa, afirmou que Ele havia sido enviado apenas para as ovelhas perdidas de Israel. Como a mulher era uma cananéia, não deveria receber a Sua atenção. Porém, como ela insistia muito, Jesus acabou dizendo-lhe: “Não é certo tirar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos”. Aquela mulher respondeu: “Sim, Senhor, mas até os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos”. Sabe, quando atento para essa atitude de Jesus, percebo que a mesma não combina com sua Pessoa, pois Ele sempre foi solícito, amigo, sem preconceitos… Por que fez isso? Na verdade, Jesus estava colocando uma barreira no caminho daquela mulher para que a mesma pudesse demonstrar a sua fé. Falar que tem fé, todos podem falar, mas a fé é provada exatamente nas horas mais difíceis, diante das barreiras.

Se prestarmos atenção, vamos ver que, na Bíblia Sagrada, todos os grandes vencedores, enfrentaram barreiras antes que pudessem ter a vitória nas mãos. Isso aconteceu inclusive com o próprio Senhor Jesus. Veja que antes da crucificação, Ele chegou a pedir: “Pai, se possível passa de mim esse cálice”. Mas Ele se sujeitou a vontade do Pai, pois sabia que depois daquela “barreira” estava a grande benção que seria o resgate de toda a humanidade.

Certa vez, um jovem rico procurou Jesus e perguntou-Lhe o que deveria fazer para herdar o reino dos céus. Jesus citou vários dos mandamentos e o rapaz respondeu que tudo isso já vinha fazendo. Então Jesus, olhando com amor para aquele rapaz, disse-lhe: “Falta-te uma coisa. Vá, venda tudo o que tem, dê aos pobres e siga-me”. Quando o rapaz ouviu isso, deu as costas ao Senhor e foi embora, desistindo, assim, do seu propósito. Mais uma vez uma barreira foi colocada antes da vitória. Isso nos leva a compreender que as barreiras SEMPRE existirão no caminho que leva à vitória.

Se quisermos vencer, devemos ter coragem e buscar forças no Senhor para romper as barreiras. Quantas pessoas que estão reclamando dessas barreiras, sem perceber que elas são muito necessárias, pois através delas é que de fato demonstraremos a nossa fé. E quantas pessoas estão paradas diante dessas barreiras há muitos anos, não conseguem avançar e ficam reclamando que as coisas parecem não mudar, que a vitória parece não vir. Entretanto, a vitória está bem do outro lado, basta ter a ousadia de fé para querer chegar até lá. Outra coisa importante é lembrar que essas barreiras são individuais, cada um tem a sua, dificilmente elas se repetem. Tenha coragem para enfrentar as SUAS próprias barreiras, pois a vitória espera por você.

Ah! Uma excelente noticia: você não estará sozinho nesse processo. Só o que Deus precisa para lhe ajudar é da sua própria iniciativa. No momento em que você levantar o pé para dar o primeiro passo em direção a essa barreira, o Senhor dos senhores, o Deus dos deuses, entrará com providência e lhe ajudará, lhe dará a força que você não tem, e você será MAIS QUE VENCEDOR.