CONSEQUÊNCIAS - 14/04/2018 - 07:58

Um dos suspeitos de assassinar Capitão Oliveira é morto em confronto com a polícia de PE

Da redação, AJN1

Nessa sexta-feira (13), a Polícia Civil de Pernambuco informou que um dos possíveis suspeitos de participar do assassinato do Capitão Oliveira foi morto em confronto com a polícia Militar na última quinta-feira (12), durante operação que impediu um assalto a banco na cidade de Ibimirim, no Sertão pernambucano. Na ocorrência, outros três acusados recusaram a rendição, apesar de cercados, e acabaram morrendo em troca tiros com a equipe do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (BEPI).

O delegado Ariosto Esteves, da Força Tarefa Bancos, contou que o suspeito foi identificado como Risomar da Conceição, de 38 anos, e a quadrilha que ele fazia parte tinha atividades não apenas em Pernambuco, como no Ceará, Sergipe, Piauí, Alagoas e Bahia, comprovadamente. “Estamos conseguindo montar esse quebra-cabeça que são as quadrilhas, nomeando seus componentes, o que tem possibilitado a prisão de líderes importantes, o que tira muita força dos grupos”, disse Ariosto.

Sobre o Risomar, o delegado afirmou que ele era procurado em quase todo o Nordeste por causa das ações violentas que praticava. “Um detalhe importante é que na quinta-feira, a Polícia de Sergipe entrou em contato, porque também são suspeitos de terem matado o capitão da Caatinga, há alguns dias. Um deles, Risomar, é suspeito de ser o autor do homicídio do capitão”, revelou.

O crime

O capitão Oliveira foi emboscado e executado a tiros no último dia 4 de abril, depois de ter o seu veículo modelo Voyage interceptado por dois carros modelo Corolla, onde estavam criminosos que efetuaram dezenas de disparos. A vítima não teve chance de reação. O ocorrido causou comoção e revolta na população sergipana e entre militares sergipanos e de outros estados que, através das redes sociais, expressaram suas indignações e homenagearam o oficial morto.