ARACAJU/SE, 18 de julho de 2024 , 8:56:56

logoajn1

Grupo Dias Branco confirma instalação de fábrica de cimento em Santo Amaro

O grupo empresarial M. Dias Branco confirmou a instalação de uma unidade de produção de cimento em Sergipe, por meio da subsidiária cimento Apodi no município de Santo Amaro das Brotas, distante 41 quilômetros de Aracaju. O investimento será de R$ 1 bilhão e promete gerar 2.500 novos empregos.

 

O projeto é constituído de uma unidade de produção de cimento operando desde a mineração até o ensacamento do produto e com capacidade de produzir 4.000 toneladas/dia. A unidade atenderá os mercados sergipanos e de outros estados do Nordeste. A previsão é que as obras para instalação sejam iniciadas no início do próximo ano.

 

Para o sócio-proprietário da SKS, empresa que participa do investimento junto com o grupo Dias Branco, Juscelino Sarkis, além da disponibilidade de calcário de boa qualidade na região, o esforço feito pelo governo do estado foi outro fator determinante para que o grupo optasse por instalar sua terceira unidade em Santo Amaro das Brotas.

 

“Nosso projeto está estimado em R$ 900 milhões a R$ 1 bilhão, para a produção de 4 mil toneladas de cimento/dia. Vamos gerar 500 empregos diretos quando estivermos produzindo, mais 1.500 de forma indireta e esperamos iniciar a terraplanagem assim que tivermos a licença de instalação em mãos”, reforçou o empresário.

 

Investimento

 

Durante audiência pública para discussão do estudo e relatório de impacto ambiental do empreendimento, realizada na última terça-feira, 27, o responsável pela Companhia de Cimento Industrial Apodi, Túlio Pinto, disse que o crescimento da região Nordeste foi determinante para a escolha de Sergipe como sede da nova unidade.

 

 “O cimento é o segundo produto mais consumido no mundo, só perde para a água e a região Nordeste é a que mais cresce no consumo de cimento, por isso a empresa escolheu investir aqui”, afirmou, ao observar que a fábrica será instalada em uma área de 380 hectares. 

 

O prefeito de Santo Amaro, Luís Herman, conhecido como Chileno,  comemorou o fato da população do município ter comparecido em peso à audiência. “Temos certeza que essa primeira fábrica vai marcar o início de uma série de empreendimentos que deverão chegar na cidade, gerando empregos e renda para a região”.

 

Para o secretário de Desenvolvimento, Chico Dantas, uma fábrica dessa dimensão agrega outros segmentos importantes da economia. “Já na fase de construção, serão gerados cerca de 2.500 empregos, o que será muito importante para movimentar a economia de Santo Amaro e toda a região”.

Você pode querer ler também