ARACAJU/SE, 22 de julho de 2024 , 15:02:29

logoajn1

Teto de quadra esportiva de escola estadual desaba em Nossa Senhora das Dores

AJN1

 

Por volta das 11h15 desta segunda-feira (27), o teto da quadra poliesportiva do Colégio Estadual Fernando Azevedo, situado no município de Nossa Senhora das Dores, distante 72 quilômetros de Aracaju, desabou e provocou pânico entre alunos e professores.

De acordo com relato da professora de Geografia Glória Rejane, na hora do desabamento a quadra não estava sendo utilizada pelos alunos. “Ninguém se feriu, pois na hora em que o teto caiu todos estavam em sala de aula fazendo provas. Foi um barulho muito grande, assustador. Os alunos ficaram em pânico, passaram mal. Depois levantou uma cortina de poeira".

Segundo Glória, a quadra chegou a ficar interditada por quase cinco anos até que no início deste ano, após diversas denúncias da comunidade escolar e também do Sintese, a obra foi iniciada, mas nunca foi concluída. “Tudo indica que foi obra superfaturada. Houve mau uso do dinheiro público, com certeza. A empresa não terminou a obra, apenas colocou a cobertura nova, que desabou hoje”.

A empresa responsável trocou as colunas que eram de ferro, por concreto, e refez o teto, mas o piso e as arquibancadas nunca foram reformados. A professora informou também que o próprio setor de engenharia da Secretaria de Estado da Educação (Seed) condenou a obra, por ela não atender aos requisitos solicitados pelo órgão. "Há vários anos a escola não conta com um espaço adequado para a prática esportiva".

O Sintese informou que já havia enviado ofícios à Seed e também ao Ministério Público denunciando a situação. A escola conta com 14 salas de aula, funciona os três turnos e tem hoje 1107 alunos matriculados.

Seed

 

Segundo informações da Seed, o local estava isolado e não era mais utilizado pelos alunos. “Isso porque a quadra em questão não chegou a ser inaugurada. A obra estava paralisada”, revelou o assessor de comunicação Elton Coelho.
 

Elton confirmou  que a quadra está passando por reformas e que a empresa contratada abandonou a obra. "Estamos na fase de relicitação e outra empresa vai ser contratada para dar continuidade. Neste período, os alunos estão praticando as atividades físicas no ginásio de esportes do município”, explicou.
 

O assessor contou também que uma equipe da engenharia da Seed foi ao local para fazer a perícia e investigar as causas do desabamento. “A equipe vai fazer um levantamento para apurar o que ocorreu”, disse Elton.
 

A Defesa Civil e uma equipe de Engenharia da firma que era responsável pela obra vão ao local nesta terça-feira (28).

 

 

 

 

 

 

 

Foto: Reprodução WatzApp

Você pode querer ler também