ARACAJU/SE, 15 de julho de 2024 , 0:17:45

logoajn1

Acordo firmado com o MPF garante ampliação de Grota do Angico

 

Após ação do Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE), a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf) adquiriu 85 hectares de área com vegetação nativa da caatinga para ampliar a Unidade de Conservação Monumento Grota do Angico. A área, que custou R$ 181 mil, foi doada à Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos para ser incorporada à unidade de conservação sob responsabilidade do Governo do Estado.

 

A medida faz parte de acordo firmado com o MPF, em fevereiro de 2014, com objetivo de compensar danos ambientais produzidos na reserva legal do assentamento Jacaré Curituba, no município de Poço Redondo.
 

Após investigações, o MPF/SE constatou omissão da Codevasf em apurar os danos decorrentes do desmatamento, promovidos sem licença de vegetação nativa da região no assentamento. No local, com a conivência da Companhia, houve até festivais de vaquejada, precedidos de amplo desmatamento, atividade que deveria ter sido impedida.

 

Fonte: MPF

Você pode querer ler também