ARACAJU/SE, 18 de julho de 2024 , 11:56:22

logoajn1

Acusado de estuprar menina de oito anos em Capela é encaminhado ao presídio

Da redação, AJN1
 

 

Preso em flagrante depois de espancar e estuprar uma criança de oito anos, Jidenilson dos Santos, o "Louro", 44, foi encaminhado a uma das unidades prisionais de Sergipe. O estupro aconteceu na tarde do último domingo (31), quando a vítima foi levada para mata do Cipó, em Capela, onde passou várias horas em poder do acusado. Com a notícia do estupro, populares detiveram e agredidaram Jidenilson, que foi entregue a uma equipe da Polícia Militar.

 

Com lesões pelo corpo e sangramentos no ânus e vagina, a menina foi encaminhada por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para maternidade Nossa Senhora de Lurdes, em Aracaju, onde foi submetida a uma intervenção cirúrgica. A informação é que ela recebeu o coquetel antiviral e vem sendo acompanhada pela equipe do Conselho Tutelar de Capela e por psicólogos.

 

De acordo populares, Jidenilson era amigo da família e tinha livre acesso a casa. Por volta das 11 horas do domingo, a menina saiu de casa para ir até a mercearia comprar um refrigerante, quando encontrou o acusado. Ele estava em uma moto e se ofereceu para levá-la até a mercearia. Sem desconfiar das reais intenções de Jidenilson, a menina aceitou. No entanto, o acusado desviou o percurso e seguiu até a mata do Cipó. No local passou a agredir e abusar sexualmente da criança por mais de quatro horas.

 

Os familiares estavam desesperados a procura da menina, quando ela foi encontrada com marcas de agressões no rosto, roupas rasgadas e sujas de sangue. Mesmo tendo sido ameaçada de morte por Jidenilson, a criança contou aos pais os abusos que havia sofrido, chegando a dizer que devido as agressões ficou desacordada. O acusado foi localizado e detido por moradores, que revoltados com o ocorrido chegaram a agredi-lo.

 

Jidenilson foi autuado em flagrante na Delegacia Regional de Propriá por estupro de vulnerável e se condenado poderá ser sentenciado a uma pena de até 15 anos de reclusão.

Você pode querer ler também