Desarticulado grupo envolvido em assaltos na 13 de Julho

 

Da redação, AJN1

O Complexo de Operações Policiais Especiais(Cope), em conjunto com o Grupamento Especial Tático de Motos (Getam) e Batalhão de Polícia de Turismo (BPTur) desarticulou uma quadrilha especializada em assaltos a estabelecimentos comerciais da capital. Foram presos Radamés Mota da Silva, 32, Paloma da Conceição Santos, 26, Ítalo Marcel dos Santos, 22, e Marcela Santos Vieira, 34. Já Robert Willy Vasconcelos Perciano, 20, reagiu a prisão e no confronto com os policiais acabou morto. Com o grupo foi apreendido um veículo e um revólver.

De acordo com o delegado Hugo Leonardo, o grupo já vinha sendo investigado pela polícia e ao tentar praticar mais uma ação criminosa no bairro 13 de Julho, acabou denunciado por uma comerciante da área, que já tinha sido vítima dele. Ao receber a denúncia de que a quadrilha estaria agindo em uma galeria da localidade, as equipes da PC e PM rumaram para o endereço indicado e prenderam prender Radamés e Paloma.

As investigações prosseguiram e os policiais do Cope, BPTur e Getam receberam a informação que os comparsas do casal estariam escondidos em um imóvel no conjunto Senador Eduardo Dutra, no bairro Porto Danta, zona norte de Aracaju. As equipes da polícia seguiram até o local e encontraram inicialmente o veículo Siena utilizado no assalto. Foi realizado o cerco e Robert tentou fugir atirando contra os policiais. Houve a troca de tiros e o acusado morreu depois de receber atendimento médico no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).

Ítalo e Marcela foram presos e encaminhados até a sede do Cope juntamente com os outros dois comparsas presos no bairro 13 de Julho. Pelo que ficou apurado, Robert era o responsável por dar fuga e auxiliar os comparsas que praticavam os assaltos. Ele, Ítalo e Radamés são ex-presidiários.