Sergipe perde João Alves Filho, um grande homem público, que muito contribuiu para o desenvolvimento do estado. Saiba mais

Idoso tem cabeça arrancada e corpo carbonizado no conjunto João Alves

 

Da redação, AJN1

Um idoso de 66 anos foi brutalmente assassinado na avenida F no conjunto João Alves Filho, em Nossa Senhora do Socorro, na Grande Aracaju. O crime aconteceu por volta das 20 horas desta quarta-feira (3), quando cinco homens invadiram a residência, desferiram vários golpes de facão contra Elias da Silva, que teve a cabeça decepada e o corpo parcialmente carbonizado. Antes de atear fogo no local, os criminosos levaram a cabeça da vítima, que foi deixada na casa vizinha, e ameaçaram familiares de morte.

Moradores da localidade não sabem a que atribuir a motivação do crime. No entanto, a informação é que a vítima estava morando no local há três meses e na noite de ontem teria se desentendido com os acusados. Dois deles eram vizinhos de Elias. Na confusão, os ânimos se exaltaram e agindo com frieza e violência, os desconhecidos invadiram a casa do idoso, que foi espancado e atingido com golpes de facão.

A mulher da vítima ainda tentou conseguir socorro, mas os criminosos arrancaram a cabeça do idoso e levaram para casa ao lado. Na saída, os assassinos se depararam com a filha, o neto e a mulher dele, que está grávida e foi agredida.

A polícia foi acionada e a equipe do 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM) chegou a realizar buscas na tentativa de prender os criminosos, mas não obteve sucesso. O caso está investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP). O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) para ser necropsiado. A informação é que familiares estão com dificuldade para fazer a liberação para o sepultamento em virtude da documentação ter sido destruída pelo fogo.