Mulher é assassinada com requintes de crueldade no Olaria

 

Da redação, AJN1

Uma mulher foi encontrada morta com requintes de crueldade no bairro Olaria em Aracaju. O achado do corpo ocorreu por volta das 21h desta terça-feira (29) em um imóvel localizado na rua B no conjunto Nova Liberdade. A vítima, ainda sem identificação por parte da polícia, estava amordaçada, com uma meia calça sobre o rosto e com as mãos e os pés amarrados. A vítima apresentava ferimentos de arma branca. Uma marreta encontrada ao lado do corpo também indicava que a ferramenta foi utilizada no crime.

A equipe do 8º Batalhão da Polícia Militar (BPM) informou que foi o dono do imóvel quem encontrou o corpo. Ele relatou que a casa estava fechada e vazia, quando foi ao local buscar algumas ferramentas de trabalho. Ao entrar no quarto, se deparou com a vítima. O homem alegou que sequer conhece a vítima. Os primeiros levantamentos realizados indicam que a mulher pode ter sido submetida a uma sessão de tortura, antes de ser morta. A vítima teria sofrido ferimentos com arma branca e golpeada com uma marreta. O corpo estava caído de bruços ao lado da cama, com mãos e pés amarrados, amordaçado e com uma meia encobrindo toda a cabeça.

As equipes de Local de Crime do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e do Instituto de Criminalística estiveram realizando a perícia na casa, na tentativa de encontrar alguma pista que possa levar a elucidação do assassinato. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) onde foi necropsiado e permanece no aguardo de familiares para providenciar a liberação e sepultamento.