ARACAJU/SE, 3 de dezembro de 2023 , 17:56:14

logoajn1

Onze assassinatos registrados nas últimas 24 h em Sergipe

Da redação, AJN1

 

No plantão da terça para quarta-feira (10), o Instituto Médico Legal (IML) Dr. Augusto Leite, em Aracaju, registrou 11 mortes por homicídio, uma por acidente no trânsito, duas por queda da própria altura e duas por afogamento. Na capital foram seis assassinatos. Um deles vitimou o cabo da Polícia Militar, Joeliton dos Santos, que era lotado no 1º Batalhão da PM. O crime aconteceu por volta das 18h30 de ontem (9), quando a vítima acompanhava a apresentação a banda de pagode de sua propriedade e grupos rivais se confrontaram no bairro São Conrado.

 

O militar tentou afugentar os criminosos e efetuou disparos para o alto. Joeliton foi alvejado com um tiro no peito e mesmo ferido conseguiu atingiu dois dos três homens, que estavam em um veículo de cor prata. A vítima morreu depois de receber atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Fernando Franco, no conjunto Augusto Franco. Momentos depois, os três homens foram presos por policiais militares e autuados em flagrante na Delegacia Plantonista (Deplan).

 

Itabaiana também viveu uma noite sangrenta com o registro de três assassinatos em menos de quatro horas. Ronaldo dos Santos da Silva, 33 foi assassinado a tiros no bairro Campo Grande, depois de ameaçar populares que reclamavam do barulho excessivo do som do seu carro.  As outras vítimas foram Thiago Oliveira Santos, 26, – morto no bairro Açude Velho – e Rafael Bruno de Jesus Santos, 19, executado a tiros na localidade Açude da Marcela.

 

Em Areia Branca, duas pessoas foram encontradas mortas no interior de um veículo, mas detalhes da ocorrência não foram repassadas à imprensa por determinação da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Embora a SSP alegue que preserva a identidade dos mortos para não constranger os parentes, ela permite que as famílias aguardem por horas a liberação dos corpos e muitos deles acabam sepultados sem direito a velório.

Você pode querer ler também