Sergipe perde João Alves Filho, um grande homem público, que muito contribuiu para o desenvolvimento do estado. Saiba mais

Presos suspeitos de assassinar sargento da PM

A Polícia Militar do Estado de Sergipe, por meio da 2ª Companhia do 9º Batalhão de Polícia Militar (2ª Cia/ 9º BPM), prendeu na sexta-feira, 15, na Rua do Brejo, Centro do município de Capela, Clenilton de Jesus Silva, o Chico, de 18 anos, Júlio Roberto Carneiro Batista, o Gebreno, de 22 anos, e Allan de Araújo Ramos, de 25 anos, por envolvimento no homicídio contra o sargento Djalma, ocorrido na quinta-feira, 14, durante roubo num micro-ônibus da Coopertalse.

Após levantamentos, a 2ª Cia/ 9º BPM chegou à pista sobre o paradeiro da dupla acusada de matar o sargento Djalma. No endereço indicado, a polícia avistou Clenilton, que fugiu, mas foi alcançado e acabou informando a localização de Júlio, que estava nas proximidades, na casa de uma mulher. Na residência citada, os militares localizaram Gebreno dentro de um dos quartos, na companhia de duas meninas. O infrator se entregou à polícia abraçado nas duas crianças.

Em meio à ação, Júlio confessou que tinha sido o autor dos disparos contra o sargento Djalma e que a arma usada no crime estava escondida na casa de Allan de Araújo Ramos. Segundo a dupla, este terceiro envolvido atuava dando apoio na logística dos delitos, resgatando Júlio e Clenilton após os crimes, num veículo Corsa, e escondendo a arma de fogo. De imediato, a PM foi até a casa do homem citado, onde encontrou o suspeito, além de um revólver calibre 38, sem munições, que estava num guarda-roupa.

Ainda durante a prisão, os infratores informaram que tinham roubado uma motocicleta nas primeiras horas da manhã da sexta-feira, 15, no Povoado Miranda, também em Capela, com a intenção de fugir do cerco policial que vinha se formando na região. A motocicleta Bros, de cor vermelha e placa OEK-2253 foi localizada e levada à Delegacia de Propriá, juntamente com o trio e o armamento.

Crime

O sargento Djalma foi vítima de uma ação delituosa ocorrida no interior de um veículo da Coopertalse, que saiu de Aracaju com destino a Nossa Senhora da Glória, na noite de quinta-feira. Segundo informações, o sargento Djalma reagiu a um roubo e acabou sendo alvejado pelos criminosos. Apesar de ter sido socorrido, o PM não resistiu e veio a óbito.