Sergipe perde João Alves Filho, um grande homem público, que muito contribuiu para o desenvolvimento do estado. Saiba mais

Adelson Filho retorna à Assembleia Legislativa

Da redação, AJN1

O ex-vereador de Aracaju Tijoi Evangelista ou Adelson Barreto Filho como é mais conhecido retornou na manhã desta quinta-feira (27) à Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese). A posse aconteceu depois que o presidente da Casa, deputado Luciano Bispo de Lima recebeu a notificação do mandado de segurança concedido ao parlamentar pelo desembargador Osório Araújo Ramos.

Adelson Filho figura como um dos indiciados na operação Indenizar-se, que apurou supostos desvios de verbas indenizatórias na Câmara Municipal de Aracaju (CMA). O parlamentar concluiu o mandato de vereador afastado e sem poder ter acesso as instalações da Câmara. Durante as investigações, ele chegou a ser preso e ganhou direito de responder ao processo em liberdade.

No início do ano, com as saídas da Alese de Valmir Monteiro  e Gilson Andrade para assumir as prefeituras de Lagarto e Estância, o ex-vereador, que era o primeiro suplente da coligação, herdou uma das vagas e no início de janeiro chegou a tomar posse. No entanto, dias depois teve a posse suspensa por determinação da justiça, que acatou pedido do Partido Ecológico Nacional (PEN) por entender que a decisão que o afastou da Câmara também o impedia de assumir o cargo.

No dia 8 de março, durante julgamento no Pleno do Tribunal de Justiça de Sergipe, os desembargadores decidiram, por cinco votos a quatro, pela manutenção do mandato de Adelson Filho. Por conta da demora na publicação do acórdão, a defesa do parlamentar entrou com um mandado de segurança e conseguiu que o parlamentar fosse empossando novamente.