Sergipe perde João Alves Filho, um grande homem público, que muito contribuiu para o desenvolvimento do estado. Saiba mais

André Moura é condenado por dano ao erário

O deputado federal André Moura (PSC-SE) foi condenado pelo juiz Rinaldo Salvino do Nascimento, da comarca de Japaratuba, a pagar multa e à perda dos direitos políticos por oito anos por causar dano de R$ 1,4 milhão aos cofres públicos. É o que destaca uma reportagem do jornal carioca O Globo nesta terça-feira (1º).

De acordo com o texto, o dinheiro saiu dos cofres da prefeitura de Pirambu, base eleitoral do líder do governo no Congresso, diretamente para o Olímpico Pirambu Futebol Clube, de alcunha “Time do Mourão”, de forma fraudulenta, o que caracteriza improbidade administrativa.

André, que é líder do governo no Congresso, é um dos principais articuladores a favor de Michel Temer na votação na Câmara da denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR) contra o presidente da República. Carros em nome do deputado devem ser bloqueados, segundo a decisão judicial.

De acordo com a sentença, André está proibido de exercer cargos públicos comissionados e contratar com o poder público. O processo tramita na esfera cível, o que não garante foro privilegiado ao deputado junto ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Moura, que não foi localizado para falar sobre o assunto, pode recorrer às instâncias superiores.