Assembleia Legislativa é notificada e afasta Luciano Bispo

Da redação, AJN1

 

Na manhã desta quarta-feira (13), a Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) foi notificada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para realizar o afastamento imediato do deputado Luciano Bispo (PMDB), que também é presidente da Casa. Quem recebeu o oficial de Justiça foi a deputada Goretti Reis, que assinou a notificação. Com isso, a ex-deputada Conceição Vieira (PT) será empossada como primeira suplente.

 

Procurado, o diretor de comunicação da Alese, Marcos Aurélio, disse que o deputado permanece em Brasília para tentar reverter a decisão.

 

O presidente doTRE/SE, Osório Ramos, em decisão monocrática, decidiu nessa segunda-feira (11) por recusar o recurso apresentado pelo presidente da Assembleia Legislativa e deputado estadual, Luciano Bispo, que luta para não ter seu registro de candidatura cassado e, consequentemente, ter deferida a perda de seu mandato parlamentar.

 

Entenda

 

Na decisão, o desembargador determina que o deputado seja afastado da presidência do Poder sob pena de multa diária no valor de R$ 50.000,00, por dia de descumprimento, bem como para empossar o candidato eleito conforme Relatório Geral gerado com a retotalização.

 

O desembargador também determina a atualização dos sistemas de candidatura e totalização pela SJD e STI, além da retotalização dos votos com expedição de novo relatório referente ao resultado das eleições, devendo ser submetido à apreciação do Plenário. Ou seja, se realmente for cassado, os quase 30 votos (29.763 para ser mais preciso) de Luciano Bispo podem ser anulados e também podem vir a prejudicar sua coligação.

 

Em caso de afastamento, quem assume o comando da Assembleia Legislativa pelo menos até fevereiro do próximo ano é o vice-presidente da Casa, deputado estadual Garibalde Mendonça (PMDB).