Assessora de Valdevan Noventa consegue prisão domiciliar

 

Da redação, AJN1

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) converteu a prisão preventiva da radialista Karina dos Santos Liberal, que é assessora do deputado federal eleito Valdevan Noventa (PSC), em prisão domiciliar. A sessão do Pleno aconteceu nesta quarta-feira (30). Karina estava presa por determinação da juíza da 2ª Zona Eleitoral, Soraia Gonçalves, desde o dia 18 de dezembro do ano passado. No início do mês, o deputado eleito também foi beneficiado com a prisão domiciliar e monitoramento por tornozeleira eletrônica.

De acordo com investigações do Ministério Público Federal (MPF) em Sergipe, a radialista teria participado do esquema de fraudes da campanha de Valdevan 90, descoberto pela Procuradoria Regional Eleitoral em Sergipe (PRE/SE). Ela teria sido a responsável por conseguir CPFs de pessoas visando utilizá-los como “doadores” para campanha de Valdevan Noventa, além de aparecer como testemunha em diversos documentos apresentados na prestação de contas, e de ter sido contratada como coordenadora do Comitê de campanha.

Karina foi presa no mês passado, por determinação da justiça, quando prestava depoimento na sede da Superintendência da Polícia Federal, em Aracaju. Ela é acusada de coagir testemunhas durante a investigação das fraudes, orientando-as sobre o que deveriam dizer quando chamadas para depor.