ARACAJU/SE, 17 de julho de 2024 , 13:37:40

logoajn1

Francisco Gualberto cita própria beleza ao comentar críticas a projeto

Por AJN1

 

O deputado estadual Francisco Gualberto (PT) mostrou que anda bem com a autoestima e deixou a modéstia de lada para responder algumas críticas feitas pela oposição ao projeto que autoriza o governo a utilizar recursos dos depósitos judiciais para pagamento dos servidores públicos.

 

Na opinião dele, os questionamentos são consequências de avaliações pessoais e exemplificou como tais ponderações podem ser susceptíveis a subjetividades. 

“ O governo esta vivendo uma agonia, precisou estender a folha de pagamento e deve estender novamente, toda forma que o governo encontrar deve usar para não enfrentar um estrangulamento absoluto. Interpretação em todas as questões a gente deve respeitar, é de cada um, eu mesmo me considero um dos homens mais bonitos do mundo, é minha interpretação, mas possa ser que eu seja somente o mais bonito do Brasil”, avaliou Gualberto.  

 

Na sessão desta terça-feira(18) a oposição se mostrou contrária a aprovação do projeto, argumentando que ele seria inconstitucional. Um dos principais opositores do projeto, o deputado Georgeo Passos ( PTC), teceu duras críticas ao que ele encara como mais um paliativo para aliviar a situação financeira do governo do estado. 
 

 

“Sendo aprovado como está, nós podemos autorizar que seja dado um dos maiores calotes da história do Estado. Esta é uma matéria tormentosa. Na Carta de Recife, elaborada em junho deste ano, todos os presidentes de Tribunais de Justiça demonstraram seu repúdio contra o Projeto de José Serra. Provavelmente, se o projeto for aprovado aqui, passará pela mesma dificuldade. O Governo precisa se preocupar com suas despesas…temos que evitar os erros do passado. Acredito que chegou o momento de evoluir e saber se realmente este projeto será bom. Não podemos repetir sabendo que, ano que vem, o Governo pode ir atrás de uma nova fonte de recursos”. 

Você pode querer ler também