Sergipe perde João Alves Filho, um grande homem público, que muito contribuiu para o desenvolvimento do estado. Saiba mais

Governo de SP empresta bombas para Sergipe superar seca

Da redação, AJN1

O Estado de São Paulo vai emprestar dois conjuntos de bombas para ajudar a Região Metropolitana de Aracaju a enfrentar a crise hídrica. O termo de compromisso foi assinado entre os governadores Geraldo Alckmin e Jackson Barreto nesta segunda-feira (11), no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista.

“Queremos agradecer a cessão dos equipamentos com tecnologia capaz de nos ajudar a garantir o abastecimento de Aracaju e da Grande Aracaju. Vamos levar a tecnologia como medida de prevenção, já que estamos vivendo um momento de grande dificuldades com a adutora que cerca de 1 milhão de pessoas em Aracaju e Grande Aracaju. Se até novembro não tivermos chuvas na cabaceira do São Francisco, podemos chegar numa situação parecida com a Cantareira. No momento, não há risco de desabastecimento porque temos a barragem do Rio Poxim, que garante 30% do abastecimento da capital e ainda há condição de se tirar água do São Francisco”, disse Jckson

“Nós adquirimos uma boa tecnologia durante a crise hídrica de 2014, aqui em São Paulo, além de equipamentos de grande potência para poder retirar água em regiões mais profundas. Cedemos os aparelhos para o governo de Sergipe. É uma maneira de retribuirmos a tantos sergipanos que tem nos ajudado a construir o Estado de São Paulo, além da alegria de rever nosso colega, governador reeleito de Sergipe”, emendou Alckmin.

Os dois conjuntos de bombas flutuantes, cada um com capacidade de bombear até 2.000 litros de água por segundo, serão cedidos pela Sabesp, por seis meses, à Companhia de Abastecimento de Sergipe (Deso).

O empréstimo das bombas vai garantir a continuidade operacional do Sistema de Captação da Adutora do São Francisco, principal captação de água da capital de Sergipe, responsável por 70% de toda a água consumida na região. O sistema é responsável pelo abastecimento de quase 1 milhão de habitantes nos municípios de Aracaju, Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão.

A cessão do equipamento e demais materiais necessários para sua instalação, avaliados em R$ 1,023 milhão, será por 180 dias e pode ser estendida, caso seja necessário. Não há qualquer custo aos beneficiados. O transporte dos equipamentos será feito pela Deso, em carretas. A Sabesp dispõe de assistência técnica para instalação e pré-operação dos equipamentos.