Como a nutrição pode ajudar no combate a Covid-19

A pandemia da Covid-19 é o assunto mais comentado e estudado nos dias de hoje. Todos os dias somos bombardeados com informações sobre esse vírus que está matando milhares de pessoas no Brasil e no mundo. Sabemos que a melhor forma de se proteger do vírus é através da vacina que hoje é aplicada em duas doses.

Mas como a nutrição pode ajudar?

Sabe-se que existe uma relação dinâmica entre doença, nutrição e imunidade. O sistema imunológico é o principal mecanismo de defesa do organismo contra infecções.

O sistema imune, como também é conhecido, é o que garante proteção ao nosso corpo, evitando que substâncias estranhas e patógenos (agentes agressores) afetem negativamente nossa saúde. É um sistema complexo que envolve uma série de células e órgãos que funcionam, em conjunto, como uma grande barreira de proteção.

Quando o sistema imunológico não é capaz de combater um determinado patógeno em tempo suficiente, ele estabelece uma infecção e ocorre uma série de eventos imunológicos, com possível agravo da saúde, podendo, nos casos mais graves, levar à morte. É o que está ocorrendo com a COVID-19, que em alguns indivíduos causa comprometimento grave dos pulmões e severas dificuldades respiratórias que requerem internação e cuidados especiais. Já em outros casos, os pacientes não apresentam nenhum sintoma ou apenas sintomas leves, sendo os mesmos curados pelo próprio sistema imunológico em algumas poucas semanas.

Um sistema imunológico saudável é essencial para nossa saúde física e mental, e é nesse ponto que a nutrição tem papel fundamental.

Partindo desse princípio, sabemos que alguns nutrientes tem a função de melhorar as respostas imunológicas e anti-inflamatórias, tornando-as mais eficientes para a proteção do organismo em diferentes processos de diversas doenças. Ainda não há estudos científicos sobre o efeito dos alimentos na infecção por coronavírus, mas alguns nutrientes podem dar suporte à nossa imunidade e aumentar as chances de recuperação se tivermos o coronavírus.

Alimentos que ajudam a melhorar a imunidade

O melhor para a imunidade é ter uma alimentação variada e rica em alimentos in natura. A utilização de suplementos deverá ser somente em casos específicos com orientação do seu nutricionista. Encontramos o que precisamos em alimentos como:

– Carnes de bovino, suíno, aves ou pescados: fontes de proteínas de boa qualidade, vitaminas A e D, zinco e ferro indispensáveis na formação das células do sistema imune.

– Peixes, óleo de canola e óleo de linhaça: ácidos graxos ômega 3 (ação anti-inflamatória).

– Couve-manteiga, brócolis, couve-flor, repolho: fonte de glicosinolatos (ação antioxidante) e de carotenoides.

– Castanha-do-Pará, castanha-de-caju, avelãs: fonte de selênio (reduz a quantidade de substâncias inflamatórias e ação antioxidante) e de vitamina E (aumenta a atividade imunológica).

– Ovos, Leite e iogurte: fonte de proteínas de boa qualidade.

– Frutas, especialmente laranja, mexerica, abacaxi, goiaba: fonte de vitamina C (que fortalecerá o sistema imunológico).

– Cenoura, abóbora, batata-doce: fontes de carotenóides (maior resistência a infecção).

– Fígado, salmão, manteiga, sardinha em lata: fontes de vitamina D (aumenta a funcionalidade das células do sistema imune). Devido à restrição social e dificuldade em tomar sol que estimula a produção da vitamina pela pele, recomenda-se aumentar o consumo destes alimentos.

Entretanto, é necessário salientar que não existem superalimentos, nenhum nutriente isolado tem o poder de melhorar o sistema imunológico. Os benefícios de um padrão alimentar são decorrentes do conjunto de alimentos que são consumidos ao longo do dia e da forma como são preparados.

É importante destacar que alguns hábitos prejudicam o equilíbrio do sistema imunológico, tais como: estresse físico e psicológico, dormir pouco, fumar, usar bebidas alcoólicas em excesso, não praticar exercícios físicos, e má alimentação.

Antes de começar qualquer tratamento dietético, sempre consulte seu (sua) nutricionista para saber qual a melhor forma e estratégia nutricional para resolver o seu problema. E lembre-se sempre: Dieta só com nutricionista!

Abraço do nutri e até a próxima!

Autor

Décio Santos

Outras Notícias

voltar para página inicial