Diálogo com os servidores

Na semana passada, o prefeito de Laranjeiras, José de Araújo (Juca – MDB), juntamente com o vice-prefeito, Janio Dias, vereadores e equipe de secretários, reuniu-se com representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Laranjeiras (Sintramla) e do Sintese, entidade que representa os profissionais do magistério, e apresentou as propostas para pagamento do salário do mês de dezembro/2020 e 13º salário, que foram deixados pelo ex-prefeito Paulão da Varzinhas.

Nesta reunião, o prefeito expôs aos sindicalistas a real situação financeira do município, com apenas R$ 2 milhões em caixa para pagar três folhas (dezembro, 13º salário e janeiro), que somadas chegam a R$ 12 milhões. Para provar a veracidade dos fatos, a gestão disponibilizou aos representantes das classes trabalhadoras, os extratos das contas da Prefeitura.

“Com os poucos recursos que temos em caixa é impossível pagar três folhas com a arrecadação de apenas um mês. Por isso, nos comprometemos a analisar a possibilidade de contrair um empréstimo e quitar essa dívida, que foi herdada da gestão anterior, que, aliás, deu um calote nos trabalhadores de Laranjeiras, tendo em vista que nos meses de novembro e dezembro de 2020, a arrecadação foi de cerca de R$ 18 milhões e, mesmo assim, o ex-prefeito não pagou aos trabalhadores”, disse Juca.

Quanto ao pagamento dos servidores referente ao mês de janeiro/2021, o atual gestor declarou que fará imediatamente após o desbloqueio das contas por parte do judiciário. “Não quero atrasar um dia sequer de salário e encargos no exercício da minha gestão. Se o ex-prefeito não honrou com os compromissos dele, eu honrarei, assim como fiz em dezembro de 2016. Quando deixei a prefeitura, tanto os trabalhadores efetivos quanto os comissionados receberam os seus vencimentos”.  

O atual gestor destacou também que o pagamento dos servidores e a manutenção dos serviços essenciais será prioridade nos próximos quatro anos. “Estamos organizando o município e temos que manter os serviços de limpeza, comprar medicamentos, as unidades de saúde funcionando, organizar as escolas para o início do ano letivo, implementar programas sociais e tantas outras ações. Temos 30 mil habitantes, que estão abandonados, pra dar conta vamos precisar de todos, inclusive dos servidores. Portanto, reafirmo que a receita está escassa e precisamos dar continuidade ao serviço público”, concluiu Juca.

Ordem de Serviço

No último dia 13, o prefeito de Neópolis, Célio Lemos (PL), assinou a ordem de serviço para o início das obras do novo Centro de Referência à Assistência Social (CRAS). “Fico muito feliz por estar concretizando esse sonho há muito esperado pela comunidade assistida pelo CRAS. Estamos trabalhando incansavelmente e traremos grandes novidades nos próximos meses. Faremos deste mandato uma grande oportunidade de desenvolvimento para Neópolis”, destacou Célio. Orçada em R$ 290.235,40, a obra deverá ser concluída dentro de seis meses.

Parceria com a CODEVASF

A prefeita de Pacatuba, Manuella Martins (PSC), esteve com o superintendente da CODEVASF, César Mandarino, com o objetivo de finalizar o procedimento para que a Prefeitura receba um caminhão coletor voltado para a coleta de lixo. A aquisição foi possível através de uma emenda parlamentar do deputado federal Valdevan 90. Durante a reunião a prefeita ainda reivindicou algumas melhorias para os rizicultores do município. Através de ofício, Manuella Martins solicitou a visita de técnicos da Companhia ao projeto Betume, localizado no povoado Ponta de Areia. “César Mandarino também firmou o compromisso em estabelecer futuras parcerias, envolvendo o plantio de mudas e distribuição de alevinos. Tenho certeza que a CODEVASF será uma grande parceira da nossa gestão e muitas ações serão implementadas graças a essa parceria”, afirmou Manuella. O encontro contou com a presença do ex-prefeito de Pacatuba e secretário-chefe de gabinete, Alexandre Martins.

Prefeitos em Assembleia 

A Federação dos Municípios de Sergipe (FAMES) realizará nesta segunda-feira, 18, às 9h, a Assembleia Geral de prestação de contas, precatórios e COVID-19. O evento é voltado para os gestores municipais e acontecerá no auditório da FAMES. Na oportunidade, estarão presentes o professor e pesquisador da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Lysandro Borges e a secretária de Estado da Saúde, Mércia Feitosa, que falarão sobre o atual quadro da COVID-19, as ações de prevenção e combate ao vírus em Sergipe, bem como o plano estadual de vacinação. 

Autor

Cícero Mendes

Outras Notícias

voltar para página inicial