Mas afinal, o que é o transtorno de personalidade narcisista?

Para entender melhor o transtorno de personalidade narcisista, é importante você saber primeiro o que é a personalidade.

A personalidade é formada pela nossa forma de pensar + nossa percepção da vida e das pessoas + nossas reações + nossa forma de nos relacionarmos com as pessoas ao nosso redor, logo, não existem “personalidade forte” nem “personalidade fraca”, apenas “personalidade”.

Pode-se dizer que uma pessoa tem um transtorno de personalidade quando todos os aspectos citados são distorcidos dentro daquela pessoa, ou seja, a forma como ela pensa, percebe, reage e se relaciona está deturpada.

Alguns tipos de transtorno de personalidade são:

Transtorno de personalidade narcisista, Transtorno de personalidade borderline, Transtorno de personalidade antissocial (psicopatia), Transtorno de personalidade esquizóide, etc.

A pessoa que tem o Transtorno de personalidade narcisista apresenta de forma muito acentuada as características abaixo:

Falta de empatia (capacidade de se colocar no lugar do outro); Sentimento de superioridade e megalomania (tem que ter tudo do melhor e maior); Necessidade constante de atenção e admiração; Sensação de ser o centro de tudo e todos; Foco nas coisas superficiais da vida; Manipulação; Carisma para cativar as pessoas; Se coloca no papel de vítima (vitimização); Agressividade; critica as pessoas que vê como ameaça; age de forma bruta quando é criticada; é egoísta e egocêntrica; entre outras.

A diferença principal entre o narcisista e o psicopata, é que o psicopata prejudica os outros intencionalmente para conseguir tudo o que quer pra si, já o narcisista é uma pessoa obcecada por si mesma e que prejudica as pessoas justamente por pensar demais em si, e não necessariamente por sentir prazer em causar o mal.

Fazer o diagnóstico de um transtorno de personalidade não é tarefa fácil. É necessário um longo tempo de análise do paciente, visto que muitos sintomas se confundem com os de outros transtornos ou até com um comportamento momentâneo desenvolvido pela pessoa.

O transtorno de personalidade narcisista tem ficado em evidência nas redes sociais e na mídia por causa da maior divulgação do que é um relacionamento abusivo, o que faz com que as pessoas pensem que alguém que é extremamente abusivo, seja narcisista e isso não é verdade.

Uma pessoa abusiva não necessariamente é narcisista, mas com certeza TODO narcisista é abusivo.

Dificilmente uma pessoa com este transtorno busca a psicoterapia, o que dificulta ainda mais o diagnóstico e tratamento, que vale salientar, não promove a cura.

Pois é! Transtorno de personalidade, assim como transtorno de humor e alguns outros transtornos mentais, não têm cura. O tratamento é apenas para reduzir e controlar os sintomas e consequentemente os danos que os sintomas causam na vida da pessoa com transtorno e de quem vive ao redor dela.

A ciência ainda não chegou à conclusão do que causa o transtorno de personalidade narcisista, mas há duas principais hipóteses: pode ter causa genética ou ambiental (traumas vividos nos primeiros anos de vida).

O (a) narcisista passa a imagem de ser uma pessoa que se ama e que é muito segura, chegando até a criar dentro de si a imagem de ser superior, quase uma divindade que merece respeito e admiração, mas no fim das contas não tem amor próprio e se sente insegura e inferior às outras pessoas, o que faz com que seja uma pessoa muito abusiva, já que precisa diminuir o outro para se sentir melhor.

Estar na presença de um (a) narcisista é algo extremamente difícil e doentio e infelizmente as vítimas deles (as) costumam adoecer mentalmente e até fisicamente.

Este artigo não tem o intuito de ser usado como instrumento de avaliação mental, mas apenas como um informativo para todo o público.

Se você suspeita que convive com alguém que tem o transtorno de personalidade narcisista, procure a psicoterapia para saber como lidar com esta situação e não esqueça:

Fazer psicoterapia é o melhor presente que você pode se dar!

Autor

Aurea Souza

Outras Notícias

voltar para página inicial