- 09/09/2019 - 16:39

O desgaste da descontinuidade

Existem algumas frases que parecem impossíveis de se questionar. Melhor dizendo: parecem não ser politicamente correto questioná-las, pois são frases sobre as quais muitas pessoas montam uma plataforma para estabelecer suas vidas. Vejamos algumas: “Nunca é tarde para recomeçar”. “Ainda é tempo de ser feliz”. E por aí vai. Na verdade, não discordo do conteúdo dessas frases e de outras semelhantes. A minha preocupação é que essas frases se transformem em belas desculpas para não termos a menor preocupação em acertar ao iniciarmos qualquer coisa na vida, pois “sempre será tempo de recomeçar”. Isso pode parecer mais fácil do que na verdade é.

Concordo que, na maioria das vezes, nunca é tarde para recomeçar. Porém, é importante ressaltar que, certamente, será bem mais difícil. Imagine, por exemplo, uma pessoa que deixou passar a fase ideal para estudar e correr atrás de uma base para sua educação e preparação para o mercado de trabalho. Então ela resolve começar a fazer isso agora, quando já está casado, com filhos, e com outras responsabilidades diferentes da sua época de juventude. É claro que tudo vai ser mais difícil (embora não seja impossível, eu sei). E parece que nas tais frases prontas se esquece disso e as pessoas ficam sem esse aviso. É quase como se estivessem sendo iludidas.

Vamos pensar também na situação de uma pessoa que procrastinou os cuidados com a saúde e, agora, depois de muito doente, alguém diz: “Não tem problema que tenha demorado a se cuidar, antes tarde do que nunca”. Entende o que eu digo? Será que se estivermos sempre nos guiando por essas frases, sem pararmos para questionar, não iremos aceitar como sendo comum o nosso atraso nas decisões e, por isso mesmo, sempre dificultar o reinício das coisas? É como se a gente nunca aprendesse e continuássemos sempre adiando tudo na vida, até porque, “sempre dá pra recomeçar”. (Será?)

Convido-os a pensar mais ou menos assim: “Poxa, que pena que não fiz o que tinha que fazer na hora certa. Agora tudo será mais difícil, mas… vamos em frente! Ainda há tempo! Estou vivo e enquanto há vida há esperança. Mas… DA PRÓXIMA VEZ NÃO DEIXAREI PASSAR A OPORTUNIDADE DE FAZER NA HORA CERTA. SERÁ MAIS FÁCIL!” Por isso, digo que, melhor do que depois de muito tempo a gente retomar ou continuar, é a gente nunca parar, pois tudo que sofre descontinuidade gera prejuízos pelo tempo perdido e maiores dificuldades na retomada ou na continuação.

Pense bem! Será que tem alguma coisa que você está pensando em parar e continuar depois? Repense! Será que depois não será muito mais difícil? Não seria melhor ir em frente? NÃO PARE! CONTINUE! Você pode nem sempre ter a oportunidade de continuar e vai acabar deixando um punhado de coisas por fazer pelo meio do caminho da sua vida. Pense e Repense.

Um forte abraço, e até a próxima oportunidade se Deus disser que sim.