Prefeitura finaliza execução dos recursos da Lei Aldir Blanc destinados a Aracaju

A Prefeitura de Aracaju, por meio da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), finaliza nesta semana a execuação de, aproximadamente, R$4,6 milhões oriundos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. No total, 562 pessoas, entre artistas, técnicos e gestores, contemplados em quatro editais, receberam valores de até R$50 mil.

A lei foi implementada para fomentar a retomada da cadeia produtiva da cultura, fortemente impactada pela pandemia do novo coronavírus. Na esfera municipal, os recursos foram executados a partir de quatro editais.

Concebidos pela Funcaju, os editais possibilitaram a destinação de subsídio mensal para a manutenção de 129 espaços artísticos e culturais; o credenciamento de profissionais que compuseram as comissões de seleção das demais chamadas, os pareceristas; o credenciamento de técnicos em espetáculos de diversões para dar suporte à programação cultural do Município e para realização de atividades de formação e capacitação; e o “Janelas para as Artes”, que estabeleceu premiação nos segmentos Música; Audiovisual; Artes visuais; Economia criativa; Artes cênicas; Diversidade e culturas populares; Literatura; Quadrilhas juninas e brincantes da cultura popular tradicional.

 

Funcap realiza abertura da ‘Exposição Territórios’

com artistas da Lei Aldir Blanc

A Fundação de Cultura e Arte Aperipe (Funcap) realizou na manhã desta terça-feira, 19, a solenidade de abertura da Exposição Territórios do fotógrafo Seiji Hiratsuka, com a música de Jonathan Suzart, ambos selecionado nos editais da Lei Aldir Blanc (LAB). A mostra ficará aberta ao público até o dia 9 de fevereiro no Corredor Cultural Wellington Santos “Irmão”, das 8h até as 17h, de segunda a sexta.

“É sempre um prazer muito grande colocar exposições no nosso Corredor Cultural. Fortalece a identidade desse espaço da Funcap, da oportunidade aos artistas de serem vistos por tantos que vem aqui resolver as questões ligadas à cultura ou vem conhecer o lugar”, afirma a presidente da Funca, Conceição Vieira.

Para o fotógrafo, Seiji Hiratsuka, a exposição apresenta ao visitante um olhar diferente de Sergipe. “A pessoa que vier visitar a exposição verá fragmentos de Sergipe que geralmente ela não vê, de uma forma que ela não está acostumada a olhar. Aqui estão 15 fotos de um conjunto de centenas, é apenas um fragmento. Ela precisa ter a capacidade de interpretação para que ela entenda o contexto da exposição”, explica.

Presente na solenidade, o presidente do Conselho Estadual de Cultura, Francisco Diemerson, falou sobre a importância do Corredor Cultural e da Lei Aldir Blanc para a cultura. “A exposição ressalta o papel importante desse espaço cultural, além de mostrar a importância da Lei Aldir Blanc, é uma exposição que retrata essas paisagens sergipanas, evidenciam esse olhar sensível do artista e nos provoca a emergir mais no Sergipe profundo”, finaliza.

A visita à exposição é gratuita, seguindo todos os protocolos de segurança. O espaço fica localizado na sede da Funcap, na Rua Vila Cristina, 1051. A Lei Aldir Blanc é financiada com recursos da Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

Lula Ribeiro faz Projeto Verão

com participação de Tattá Spalla

O cantor e compositor Lula Ribeiro, dá sequência a temporada de lives no Instagram do seu Projeto Verão, no próximo sábado, dia 23, às 17h, com participação especial de Tattá Spalla.

Fazendo Lives desde abril, nessa quarentena, sempre às sextas-feiras, onde já recebeu amigos como Zeca Baleiro, Flavio Venturini, Paulinho Moska, Zé Renato, e muitos outros, Lula dá uma pausa para fazer as apresentações de verão, nos sábados de janeiro.

No show o cantor apresentará um repertório baseado no seu mais recente CD “O amor é sempre assim”, onde traz canções em parceria com Zeca Baleiro, Vander Lee, Alexandre Nero, Gabriel Moura,  etc, e participações especiais  de Fernanda Takai, Flavio Renegado, Chico César, Flavio Venturini, entre outros, além de homenagens a grandes compositores brasileiros

O show é uma celebração musical, onde Lula se mostra um veterano na arte de interpretar e compor canções, que traduzem suas impressões sobre a vida, por meio de versos que falam do sentimento humano.

Com certeza, esse é um bom programa para os apreciadores da boa música brasileira,  curtirem nas tardes de sábado.

Curta-SE vai levar sessões itinerantes

à três bairros de Aracaju

O Cinema pode ir às ruas? Porque não! Pensando nisso Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe (Curta- SE) resolveu levar o melhor da sétima arte à três bairros de Aracaju. As sessões itinerantes de cinema acontecem de 27 a 29 de janeiro e contam com o patrocínio da Lei Aldir Blanc – Edital Janela para as Artes da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju/PMA). O projeto que vai levar cinema ao ar livre, democratizando o acesso a cultura é uma realização da AVBR Produções.

As sessões itinerantes vão acontecer sempre às 18h com entrada franca. A primeira, dia 27 de janeiro, tem como local o Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) do bairro 17 de Março. Na sequência, dia 28 de janeiro, os moradores do bairro Olaria vão acompanhar a sessão de cinema também no CEU da localidade. Fechando o projeto itinerante do Curta-SE, 29 de janeiro, a sessão é na Praça de Eventos do Mercado do Augusto Franco.

 

Associação pede ao Governo que aumente

o número de músicos nos palcos

Músicos sergipanos devem se reunir na próxima quinta-feira, 21, com representantes do Governo do Sergipe para saber se haverá flexibilização na quantidade de músicos nos palcos dos bares e eventos realizados no Estado. Os músicos fizeram essa solicitação na semana passada ao Governo durante reunião.

O decreto governamental que vigora atualmente permite no máximo dois músicos no palco por apresentação musical e seis pessoas por mesa. Não é permitido que as pessoas levantem para dançar e a capacidade dos estabelecimentos deve ficar em 50%.

 

Autor

Marketing Prosa e Conteúdo Com Chris Brota – Publicitária

Outras Notícias

voltar para página inicial