- 08/11/2019 - 10:00

Se lá é Lula Livre, aqui pode ser Sukita Livre?



Anderson Christian – Jornalista

Quem lê esta coluna com alguma assiduidade sabe que o colunista muito dificilmente toca em temas nacionais. E a razão, simples e objetiva, merece ser explicitada novamente. É que o cenário político nacional tem gente boa demais para avaliá-lo. Além do mais, o colunista confessa que há, sim, um quê de bairrismo nessa decisão, afinal Sergipe é nossa terra, nossa casa e deve ser sempre o nosso maior interesse, seguindo aquela lógica de que nossa argumentação é tanto mais global quanto maior for a sua inserção na realidade local. Em tempos de internet, então, isso ganha uma força descomunal. Assim, importante mesmo, na modesta opinião desta coluna, é falar de nós para nós mesmos, ok? Bem, feito o preâmbulo, o assunto nacional que será aqui aventado é, claro, a decisão do STF de que prisão só pode ocorrer depois do trânsito em julgado, ou seja, depois de esgotadas todas as possibilidades de recorrer da sentença inicial. E embora não seja algo assim tão simples, mas essa decisão pode levar a soltura do ex-presidente Lula. O registro necessário é que o voto da ministra Rosa Weber, apesar de favorável a prisão apenas após a confirmação da sentença na última instância, foi destoante dos demais ministros na questão da possibilidade de soltura imediata de quem foi condenado, mas ainda não teve seu processo transitado e julgado. Por isso que o Lula Livre, apesar de estar mais próximo do que nunca, não deve ser algo imediato. Mas a efetiva possibilidade de Lula ser solto trás para nossa realidade a também real possibilidade de uma figura política também merecer o mesmo benefício: o ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita. E aí, guardadas as devidas proporções – frise-se: gigantescas devidas proporções, lógico –, ambos, Lula e Sukita, possuem similaridades bastante relevantes. Origem humilde e uma liderança popular (para alguns, populista) inconteste em seus respectivos raios de atuação. E seus supostos crimes também têm uma convergência, pois os dois são acusados de desvios de conduta enquanto chefes de poder Executivo, Lula na presidência e Sukita na prefeitura de Capela. Então, a reflexão, com pitadas de provocação, que se propõe nesta coluna é a seguinte: para os que são firmemente contra a soltura de Lula, nada mais justo do que serem, também, a favor da manutenção de Sukita na prisão. Mas e para aqueles que são favoráveis ao Lula Livre, caberia alguma restrição a Sukita Livre? Veja bem, a coluna não entra em méritos, culpas e afins. Mas não consegue deixar de lado uma questão extremamente básica, em meio a complexidade dos processos enfrentados pelos dois políticos, que é a garantia de que a lei vale para todos, sem distinção. Assim, se o Lula Livre é legítimo e agora conta com respaldo de decisão do STF, o Sukita Livre tem a mesma envergadura, a mesma legitimidade e, por conseqüência, ambos os casos deveriam ter o mesmo empenho de quem defende que a decisão do SFT repara uma injustiça. Depois, quando Lula e Sukita tiverem seus recursos esgotados, se a decisão for pela prisão, que assim seja. Mas, até lá, para não parecer casuísmo, quem defende a liberdade de um, deve, por dever de consciência e de igualdade, defender a liberdade do outro. Simples assim!

Conquista merecida

A coluna já chamou a atenção para o fato da oposição aracajuana insistir em atacar o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) pelas razões menos coerentes, digamos assim. Ao bater na tecla de que as obras de mobilidade urbana, por exemplo, causam transtornos – e causam mesmo –, os opositores reforçam que Edvaldo é o responsável por isso. Sim, mas depois das obras realizadas e com o trânsito tendo maior fluidez, a população também atribuirá a Edvaldo os benefícios, algo que ocorrerá inclusive por conta da oposição. Agora, com o empréstimo de R$ 300 milhões conquistados pelo prefeito de Aracaju, se a oposição mantiver a cantilena de que se trata de uma ação eleitoreira, quando as obras oriundas desse empréstimo começarem a surgir, as pessoas creditarão as conquistas a Edvaldo, por óbvio. Ou seja: ou a oposição aracajuana apruma o discurso, ou ela vai sucumbir a percepção popular de que Edvaldo, de uma maneira ou de outra, é quem faz alguma coisa na cidade e ponto!

Bela sacada

Em meio a tantas frentes parlamentares lançadas, essa vale o registro e a atenção de todos. É que foi lançada nesta quinta, 7, na Sala de Comissões Dep. Guido Azevedo, na Assembleia Legislativa de Sergipe (ALESE), a Frente Parlamentar em Defesa dos Micro e Pequenos Empreendedores. Idealizada e presidida pela deputada estadual Diná Almeida (PODE), a Frente Parlamentar servirá como mediadora de debates entre a sociedade civil, classe empreendedora e o poder legislativo, na busca de políticas públicas e legislações que ofereçam mais segurança para o micro e pequeno empreendedor e também para o empreendedor individual.

Presentões!

No dia em que o prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana (MDB), comemora aniversário, nesta sexta, 8, o município recebe quatro máquinas da Codevasf para auxiliar nos serviços de manutenção e melhorias de vias, canais e de estradas vicinais. A feliz coincidência é fruto de emendas dos deputados federais Laércio Oliveira (PP) e Fábio Reis (MDB) viabilizadas por meio da Codevasf. Serão duas caçambas, uma patrol e uma retroescavadeira em solenidade realizada na sede da Codevasf, a partir das 8h30.

Toda atenção é válida

Ainda registrando acontecimentos importantes e interessantes na Alese nesta quinta, vale destacar que o deputado estadual Dr. Samuel Carvalho (Cidadania) falou sobre a campanha intitulada “Basta!”, lançada por ele no final de outubro para realizar ações nas ruas e em escolas com intuito de conscientizar e prevenir sobre automutilação, depressão e suicídio. Preocupado com os dados alarmantes referente aos inúmeros casos de automutilação que acomete jovens e adultos em todo o País, o deputado realizou a primeira ação nas ruas por meio de faixas, cartazes e informativos, como forma de chamar a atenção da sociedade, no tocante à conscientização e prevenção. Mandou bem demais, deputado!

Cada dia mais próximo

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE) julgou nesta quinta-feira (07) um recurso interposto pelo conselheiro Clóvis Barbosa, e rejeitou por unanimidade o impedimento do conselheiro Carlos Pinna para participar do julgamento do retorno de Flávio Conceição. Aposentado compulsoriamente e inocentado no caso da Operação Navalha, Flávio Conceição quer voltar à titularidade do cargo de conselheiro no TCE. A arguição de impedimento foi feita pelo conselheiro Clóvis Barbosa de Mello. O julgamento sobre o pedido de retorno de Flávio pode ocorrer no próximo mês de dezembro.

Reconhecendo valores

O Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região realizará, nesta sexta-feira, 8/11, a entrega da Insígnia da Ordem Sergipana do Mérito Trabalhista (OSMT). A desembargadora presidente do TRT20, Vilma Leite Machado Amorim, fará a abertura da 26ª edição da solenidade, que acontecerá no Auditório do Tribunal, às 16h. A homenagem é prestada a pessoas e instituições que se destacam em suas atividades e profissões, servindo de exemplo para a sociedade.

Boa pergunta

O vereador Anderson de Tuca (PRTB) emitiu requerimento solicitando à Secretaria do Meio Ambiente, à Emsurb, à Adema e ao Ibama informações sobre o destino final do óleo que foi coletado nas praias de Aracaju. No último mês, diversas manchas de óleo apareceram nas praias do Nordeste, e Anderson tem acompanhado de perto a situação do desastre ecológico desde o começo. Nada mais justo do que a destinação do óleo ser informada à toda sociedade, né não?

Pra fechar!

Grandes nomes do marketing digital nacional e local estarão em Aracaju nesta sexta e sábado, dias 8 e 9 de novembro, apresentando as principais tendências do setor e discutindo como o uso das novas tecnologias podem melhorar o relacionamento das empresas com seus clientes. Eles participarão do Reload, o Seminário de Marketing Digital do Sebrae. O evento, que será realizado no Hotel Comfort, reunirá empreendedores como Martha Gabriel, considerada um dos principais pensadores digitais no Brasil, Fernando Kimura, fundador da Academia Neuromarketing, Cristiano Chaves, head de Relacionamento da Arezzo&CO, Galileu Nogueira, gerente de Marketing Digital da 99, Andrea Iorio, Chief Digital Officer (CDO) da L´oreal Brasil, e os sergipanos Agamenon Filho e Nay Dantas. Eles ministrarão palestras sobre temas como mídias sociais, produção de conteúdo para web, gestão de risco de imagem, a nova lei de proteção de dados canais de relacionamento, transformação digital e painéis interativos abordando assuntos como o ecossistema de inovação, storytelling e game, talking e improviso.

FRASE

“Precisamos voltar a respeitar a Constituição e defender os princípios democráticos neste país”

João Daniel, dep. Federal

Sobre julgamento no STF de prisão em 2ª instância