ARACAJU/SE, 14 de julho de 2024 , 22:45:08

logoajn1

Campanha de vacinação contra gripe é prorrogada até dia 5

A 17ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe foi prorrogada em todo país pelo Ministério da Saúde até o dia 5 de junho. O objetivo da prorrogação é para que a meta de vacinação, 80% da população alvo, seja alcançada. Em Sergipe, a meta é vacinar 326.900 pessoas. No Estado, a cobertura vacinal está em 49,94% da população alvo, o que representa 204.055 doses aplicadas.

 

Entre os 75 municípios, somente seis alcançaram a meta: Rosário do Catete (99,66%), Cristinápolis (88,26%), Telha (86,68), Pedrinhas (82,96%), Cumbe (82,16%) e São Domingos (81,05%).

 

Outros 19 municípios não alcançaram 50% de cobertura vacinal antes da prorrogação da campanha: Cedro de São João (49,20%), Nossa Senhora Aparecida (47,78%), Barra dos Coqueiros (46,94%), Nossa Senhora de Lourdes (46,32%), Aquidabã (46,30%), Nossa Senhora da Glória (45,89%), Santo Amaro das Brotas (45,03%), Ribeirópolis (42,32%), Pedra Mole (42,15%), Riachuelo (41,33%), Japoatã (38,29%), Muribeca (36,96%), Aracaju (35,89%), Tobias Barreto (35,49%), São Cristóvão (30,53%), Propriá (29,51%), Monte Alegre (29,49%), Simão Dias (25,15%) e Nossa Senhora das Dores (21,34%). 

 

A vacina é destinada aos idosos, crianças com idade entre 6 meses e 5 anos, trabalhadores da saúde, puérperas com até 45 dias após o parto, povos indígenas, gestantes em qualquer idade gestacional, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas especiais, que receberão a vacina mediante a prescrição médica.

 

Entre a população alvo, a cobertura vacinal é maior entre as puérperas (60,09%). Em seguida, vem as crianças (53,79%), gestantes (49,27%), idosos (48,30%), trabalhadores da saúde (41,69%) e, por último, os indígenas (37,75%).

 

De acordo com a coordenadora do programa de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Sândala Oliveira, a vacina contra a gripe é segura e eficaz, e protege as pessoas contra as complicações trazidas pela doença.

 

“A vacina pode evitar inclusive internações hospitalares decorrentes da gripe. É muito importante que as pessoas procurem um dos 350 postos de vacinação instalados nos 75 municípios para receber a dose. Aquelas que têm dificuldade de locomoção, a exemplo de idosos ou pessoas com deficiência, podem solicitar que a vacina seja aplicada em casa. Os pais e responsáveis devem levar as crianças até os locais de vacinação. As únicas pessoas que não podem receber a vacina são aquelas com alergia grave ao ovo ou que estão com febre no momento da vacinação. As que estão com febre devem esperar ela passar para depois serem vacinadas. O cartão de vacinação não pode ser esquecido”, disse Sândala Oliveira.

 

“Os municípios são responsáveis pela vacinação em seus territórios, por isso, devem fazer um trabalho de busca ativa com as equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF), inclusive disponibilizando as doses em locais de difícil acesso. Os técnicos da Secretaria de Estado da Saúde estão à disposição dos técnicos municipais para apoiá-los em qualquer dificuldade”, finalizou a técnica da SES.

 

Fonte: Ascom/SES

Você pode querer ler também