Famílias ocupam sede da Seides na capital

 

Da redação, AJN1

Famílias das ocupações Terra Prometida e 17 de Dezembro, no bairro Santa Maria, acamparam na manhã desta quarta-feira (13) na sede da Secretaria de Estado da Inclusão Social, no bairro São José, em Aracaju. O protesto é uma reação ao anúncio do corte nos beneficiários do auxílio moradia.

“Estamos reivindicando uma reunião com a secretária, pois a informação é que 100 pessoas serão cortadas do auxílio”, informou um dos líderes do movimento, Erílio Bispo, acrescentando que a intenção é permanecer no prédio e que famílias de outras ocupações, a exemplo da antiga clínica Santa Maria, também devem se somar ao movimento.

Segundo ele, ele atualmente 240 famílias são beneficiadas com o auxílio moradia que é de R$ 300. “O valor já está defasado. Os donos de imóveis já querem reajustar os aluguéis. Esperamos que a secretária nos ouça. Queremos uma garantia. Não podemos ficar embaixo da ponte. Se não podem dar o auxílio, que dê a terra para que possamos construir nossas casas”.

A Assessoria de Comunicação (Ascom) da Seides informou que a secretária Lêda Lúcia Couto de Vasconcelos está reunida com os líderes do movimento e após o encontro deverá se posicionar sobre o assunto.