GDF volta a proibir realização de eventos no DF; Shows e festas serão suspensos

O Governo do Distrito Federal vai voltar a proibir a realização de eventos. Shows, festas e qualquer evento que conte com venda de ingressos estarão suspensos. A medida vem como um combate à pandemia de covid-19. O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) no fim da tarde desta quarta-feira (12/1) e já começa a valer a partir de agora na capital federal.

O anúncio foi feito pelo secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, durante coletiva realizada no Palácio do Buriti. Segundo ele, a decisão foi tomada devido ao cenário atual da pandemia. “São shows, casas noturnas e que tenham venda de ingressos por parte dos organizadores”, detalhou. Porém, ele frisou que a alta de casos e da taxa de transmissão da doença não tiveram impacto nas mortes pelo novo coronavírus.

Em relação ao uso de máscaras em locais abertos, Rocha afirmou que ainda não há uma definição sobre retomar essa obrigatoriedade. “No momento, a decisão que temos é sobre shows, eventos e casas de festas com venda de ingresso”, afirmou.

O governador em exercício, Paco Britto (Avante), também presente na coletiva, explicou que o GDF quer frear a pandemia e retomar a normalidade o quanto antes.
Decreto

O decreto publicado pontua que ficará suspenso no Distrito Federal, a realização de eventos, shows, festivais e afins, com a venda de ingressos ou cobrança de qualquer valor a título de contribuição dos convidados, ainda que o valor seja revertido em consumação. Ainda na publicação, o governador em exercício Paco Britto (Avante) enquadra eventos em casas e estabelecimentos de festas que promovam a venda de ingressos ou cobrança de qualquer valor.

Samara Schwingel – Correio Braziliense