Governo de Sergipe prorroga benefício emergencial do Cartão Mais Inclusão até o mês de outubro

PUBLIEDITORIAL

Foi prorrogado até o mês de outubro, o pagamento do benefício emergencial do Cartão Mais Inclusão (CMais), pago pelo Governo do Sergipe, no intuito de colaborar com a segurança alimentar das famílias que tiveram sua situação de vulnerabilidade social agravada pela pandemia.

A ação beneficia em torno de 14 mil dos 20 mil beneficiários que o CMais atende e estão na modalidade emergencial do benefício. Outras 6 mil pessoas, em situação de extrema pobreza, recebem o CMais, de forma permanente.

Custeado com recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep), o CMais tem uma previsão de investimentos de aproximadamente R$ 8,7 milhões, de agosto até o final do atual exercício.

O CMais foi criado pelo Governo de Sergipe para combater a insegurança alimentar junto à população que se encontra na extrema pobreza e pobreza, e consiste no pagamento de parcelas entre R$ 100 e R$ 200 a beneficiários inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), que não recebem nenhum outro auxílio estadual ou federal. Pago mensalmente, o benefício pode ser usado exclusivamente na compra de alimentos, em qualquer estabelecimento da rede credenciada Banese. Em vigor desde abril de 2020, o Cartão Mais Inclusão – CMais já investiu cerca de R$ 37 milhões no pagamento de aproximadamente 350 mil benefícios.

FONTE: ASCOM SUPEC/SEGG