ARACAJU/SE, 18 de julho de 2024 , 9:00:12

logoajn1

Governo diz que não há previsão para obra definitiva na Adutora do São Francisco

 

Apesar de a obra emergencial da Adutora do São Francisco ter sido concluída uma semana após o rompimento, ocorrido em 9 de maio, deixando muitos sergipanos desbastecidos, ainda não há previsão para começar a obra definitiva nas tubulações que distribuem água para os bairros da capital e da Grande Aracaju, segundo informações da Companhia de Saneamento Básico (Deso). No entanto, o assessor de comunicação da Deso, Wendel Barbosa, afirma que o abastecimento continuará garantido.

“A obra definitiva da adutora ainda não começou, mas a obra emergencial, que foi feita rapidamente devido à necessidade, não tem prazo de validade. Para a definitiva ser feita, é preciso estudos e projetos e isso demanda tempo. Mas, o abastecimento das regiões continua garantido”, informa.

Ele conta também que, com a obra emergencial, está sendo feito 100% do abastecimento na região metropolitana. “O abastecimento está normalizado e garantido. A Deso não tem conhecimento de nenhuma localidade que está sendo afetada por causa da obra emergencial. A situação está regularizada, a adutora está funcionando e a água está chegando, devidamente, a casa da população”, conclui Wendel.

Rompimento

A queda da ponte que sustentava as tubulações da Adutora do São Francisco, localizada no Povoado Pedra Branca, município de Laranjeiras, ocorreu no dia 9 de maio deste ano e, com o rompimento, apenas 30% da água produzida ficou disponível para ser distribuída em Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, Barra dos Coqueiros e São Cristóvão. Foram vários dias de desabastecimento, causando graves transtornos à população, e a obra emergencial da adutora foi concluída cinco dias após o incidente. 

 

Foto: ASN

 

Você pode querer ler também