ARACAJU/SE, 19 de julho de 2024 , 11:40:48

logoajn1

GTA resgata jovem após queda que a deixou isolada em cachoeira

 

Uma jovem de 23 anos foi resgatada na tarde desta segunda-feira (8) pelo Grupamento Tático Aéreo (GTA) após sofrer um acidente na área de uma cachoeira em Campo do Brito, na região agreste do estado. Na queda, a vítima bateu a cabeça e além da dificuldade em deixar o local, corria o risco de ser levada pela correnteza. Para o resgate, também foi deslocada a tripulação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e equipe do Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE).

Conforme o tenente-coronel Fernando Argollo, comandante da aeronave do GTA no resgate, houve o acionamento feito pelo tenente-coronel Jairo, do CBMSE. “Ele falou que tinha uma vítima em uma área de cachoeira no povoado Garangau. Pelas fotos, eu percebi logo que seria perigoso ela tentar sair dali”, contextualizou.

Quando a equipe do GTA chegou ao local, os integrantes identificaram que a jovem estava em risco de queda na água. “Ainda bem que ela não tentou sair dali, pois havia água dos dois lados e correnteza. Isso também aumentou o nosso cuidado”, detalhou o tenente-coronel Fernando Argollo.

Diante da complexidade do resgate, o tenente Duarte desceu de rapel, e o soldado Sávio ficou intermediando a ação.

“O tenente Duarte levou um triângulo de resgate, colocou na vítima e amarrou ela na corda. Eu saí com a aeronave na vertical e voltei ao local onde estava a equipe de auxílio. O médico e a enfermeira fizeram a primeira avaliação, mas ela estava bem, abalada, naturalmente, e com marcas de sol, mas sem necessidade de encaminhamento ao hospital”, explicou o tenente-coronel Argollo.

Depois do resgate, a vítima foi levada para a cidade onde ela mora, Campo do Brito. “Foi feito o contato com a família, que levou roupas e a recebeu na praça da cidade. A demora foi localizá-la e prepará-la para a intervenção do resgate do GTA. Ela foi entregue com saúde e com vida”, concluiu o tenente-coronel Argollo, comandante do resgate

Fonte: Ascom SSP

Você pode querer ler também