ARACAJU/SE, 19 de julho de 2024 , 11:07:04

logoajn1

Nesta terça-feira (9), Arena Batistão celebra 55 anos de história e tradição esportiva em Sergipe

 

O Estádio Lourival Baptista, carinhosamente conhecido como Batistão, completa 55 anos de existência nesta terça-feira, 9 de julho. Para marcar esta data especial, o Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Seel), preparou uma série de atividades comemorativas durante todo o mês de julho. Na manhã desta terça, foi realizada uma missa para celebrar o aniversário do ‘Gigante da Praia’, que contou com a presença de ex-jogadores, secretários, cronistas e outras personalidades que marcaram a história do estádio.

A secretária de Estado do Esporte e Lazer, Mariana Dantas, recebeu os convidados e falou sobre a data histórica para o esporte sergipano. “Celebrar os 55 anos do Batistão é celebrar a paixão pelo esporte que une nosso povo. O Estádio Lourival Baptista não é apenas um espaço físico, mas um verdadeiro templo onde histórias de superação, vitórias e emoções se desenrolaram ao longo de mais de meio século. Este estádio é um patrimônio de todos os sergipanos, um local onde gerações se encontraram e se emocionaram. Neste aniversário de 55 anos, reiteramos nosso compromisso com a manutenção e modernização do Batistão, garantindo que ele continue a ser um espaço de inclusão, acessibilidade e excelência esportiva’’, comemora Mariana.

Homenagens

Na oportunidade, algumas personalidades que contribuíram para a trajetória do Batistão foram homenageadas, a exemplo dos ex-jogadores Fernando Oliveira e Marcelo, que integravam a seleção sergipana na ocasião do jogo inaugural do estádio, em 9 de julho de 1969. Fernando foi responsável por um dos gols daquela partida. Também esteve presente no evento o ex-jogador Luiz Bossa Nova.

A celebração também homenageou o cronista Carlos José Magalhães, responsável pela recepção dos profissionais da imprensa nacional na inauguração do Batistão, cujas crônicas capturaram a essência dos momentos vividos na arena. “O Batistão, ao completar 55 anos, complementa o trabalho de milhares de profissionais, desde a sua fundação. Eu fiquei muito feliz de participar do evento, muito feliz de encontrar amigos e dizer que, do alto dos meus 86 anos, aquele foi o evento mais importante da minha vida, a inauguração do Batistão. O tempo passa, mas a gente guarda as grandes recordações. E esta, de hoje, eu vou guardar com muito apreço’’, declara ‘Magá’.

Outras personalidades homenageadas na ocasião foram o ex-assessor de comunicação do governador Lourival Baptista e ex-secretário do Esporte, Leó Filho; Geraldo Porto, que foi administrador da Arena Batistão entre os anos de 2003 e 2006; o presidente da Federação Sergipana de Futebol (FSF), Milton Dantas; o presidente da Associação de Cronistas Desportivos de Sergipe, Adel Ribeiro; o atual administrador do Batistão, Sidrack Marinho, ex-árbitro de futebol que apitou muitos jogos decisivos no Brasil durante a década de 1990; o funcionário Alberto Felizardo, responsável por toda a parte elétrica e hidráulica do estádio; além de alguns dos funcionários mais antigos do estádio; e o jornalista Thiago Barbosa, representando a categoria do jornalismo esportivo.

Hino do Batistão

O músico e compositor Hugo Costa ficou conhecido por sua contribuição ao esporte sergipano ao criar o hino do Batistão, em parceria com o Rei do Baião, Luiz Gonzaga, com Erivaldinho sendo o responsável pelos acordes. O hino retrata a grandiosidade do estádio e destaca a existência da escola 8 de Julho, que funcionava debaixo das arquibancadas do Batistão, onde hoje estão abrigadas diversas federações esportivas.

A canção, especialmente quando interpretada por Luiz Gonzaga na inauguração do estádio em 1969, marcou a memória esportiva e cultural da região. A cantora Anastácia e os artistas Josa, o Vaqueiro do Sertão, Clemilda, Gerson Filho e Maria Feliciana também estiveram presentes também na inauguração do Batistão.

55 anos de história

Inaugurado em 9 de julho de 1969, o Batistão se tornou um ícone do futebol sergipano, abrigando partidas emocionantes e sendo um ponto de encontro para os amantes do esporte ao longo das décadas. A obra, construída no mesmo local que antes abrigava o estádio estadual de Aracaju, recebe o nome do ex-governador Lourival Baptista. A construção aconteceu em tempo recorde para os padrões da engenharia no Brasil, tornando-se, na época, um dos principais conjuntos arquitetônicos do país.

Reforma

Originalmente, o Batistão já chegou a receber mais de 40 mil espectadores. Após reformas, a capacidade foi ajustada para atender às normas de segurança e conforto. Em 2014, o estádio passou por uma grande reforma para modernizar suas instalações e adequar-se às exigências contemporâneas, como a instalação de cadeiras, melhoria nos vestiários e outras atualizações na infraestrutura.

Os serviços abrangeram a implantação de um novo sistema de drenagem, iluminação, um novo gramado, ampliação da capacidade de público e do estacionamento e novos vestiários. Toda a fachada externa do estádio foi revestida com brises metálicas.

No entorno do gramado foi colocado alambrado de vidro. O Batistão ganhou um novo e moderno placar com mais de 25 metros quadrados, além da instalação de 21 catracas eletrônicas e de um novo sistema de sonorização. A segurança também foi reforçada, com sistemas de prevenção e combate a incêndio e de proteção contra descargas atmosféricas.

A acessibilidade também não ficou de fora; foram construídas rampas de acesso, áreas reservadas para cadeirantes, seis banheiros para pessoas com deficiência e a instalação de piso e mapa tátil. Os vestiários, as cabines de rádio e de televisão, os camarotes e as salas de comando foram climatizadas.

Eventos

Com capacidade atual para mais de 15 mil espectadores, o Batistão já recebeu inúmeros campeonatos e eventos memoráveis, consolidando-se como um verdadeiro templo do futebol no Estado de Sergipe.

A arena é o principal palco para os jogos dos clubes de futebol mais importantes do estado, como o Confiança, o Sergipe e o Itabaiana, que atuam pelo Campeonato Sergipano de Futebol, Campeonato Brasileiro das séries C e D do Campeonato Brasileiro e da Copa do Nordeste.

Na Copa do Mundo de 2014, o estádio foi escolhido como centro de treinamento para a seleção da Grécia.

O estádio tem um papel significativo na vida social e cultural de Sergipe. Além de jogos de futebol, o Batistão é utilizado para outros eventos esportivos, culturais e shows musicais, tornando-se um espaço multifuncional e de grande importância para a comunidade local.

Há alguns anos, ele é o cenário para a abertura dos Jogos da Primavera, o maior evento do desporto escolar de Sergipe, e já recebeu grandes shows, como o de Roberto Carlos e da banda internacional Dire Straits.

Foto: Igor Matias

 

 

 

 

Você pode querer ler também