Semfas firma compromisso para aperfeiçoar políticas públicas

A secretária municipal da Família e da Assistência Social, Maria do Carmo do Nascimento Alves, firmou compromisso com representantes do Tribunal de Justiça de Sergipe e do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), na última segunda-feira, 28, para aprimorar as políticas públicas de atendimento às mulheres que são vítimas de violência no município de Aracaju.

 

Na ocasião, Maria do Carmo destacou o trabalho realizado na unidade de acolhimento Abrigo Núbia Marques que acolhe mulheres vítimas de violência e seus filhos. "As mulheres são encaminhadas ao abrigo pela rede (CREAS, DAGV e agora justiça). Lá, elas têm todo o apoio de psicólogas e assistentes sociais, além de privacidade no atendimento", salientou a secretária, destacando que, a partir de agora, uma equipe composta por uma psicóloga e uma assistente social executará o trabalho junto à DAGV.

 

A delegada do DAGV, Mariana Diniz, ressaltou a importância de manter a equipe da Semfas no local onde ocorre o primeiro atendimento. "É muito importante termos essa equipe para que possamos trabalhar em conjunto. É fundamental essa sensibilização sobre o papel do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) na violação dos direitos dessas mulheres, pois é para lá que elas serão encaminhadas", afirmou a delegada.

 

Segundo a juíza Isabella Sampaio, a possibilidade do acolhimento deve ocorrer ainda no plantão judiciário, fato que foi ratificado pela secretária Maria do Carmo Alves. "É importante que o juiz que esteja no plantão já possa encaminhar a mulher para o acolhimento até que saiam as medidas protetivas. E isso foi confirmado pela Semfas que também fará esse trabalho em conjunto com o judiciário", disse Sampaio.

 

Criança e Adolescente

 

Na semana passada, os conselheiros tutelares do município de Aracaju também se reuniram com a Coordenadoria da Criança e da Juventude (CIJ) no Tribunal de Justiça de Sergipe. A reunião foi uma iniciativa da CIJ e contou também com a participação de representantes do Ministério Público de Sergipe e da Semfas.

 

Segundo a Coordenadora da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça de Sergipe, juíza Isabella Sampaio, o objetivo da reunião foi conhecer as metodologias de trabalho desempenhadas pelos Conselheiros Tutelares de Aracaju, principalmente  em relação ao trabalho noturno e nos finais de semana e feriados.

 

Sobre a importância do encontro a juíza Isabella Sampaio pontuou que "a reunião é uma forma de apresentação da nova gestão da CIJ e de conhecer o desenvolvimento do trabalho do conselheiro tutelar por Distrito, principalmente no tocante aos horários e dias de plantão de sobreaviso".

 

A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Ana Lúcia de Santana, aprovou a iniciativa. "Estamos aqui para entender como podemos ajudar nesse processo", disse.

 

Já a assessora extraordinária para assuntos governamentais da Semfas, Josilda Monteiro, assistiu atenta as considerações e também ratificou o apoio da Prefeitura de Aracaju no trabalho dos conselheiros. "Estamos à disposição para conversar com os conselheiros tutelares a fim de ajudar com o apoio administrativo necessário para cumprir as demandas relacionadas à escala de trabalho dentro do plantão do tipo sobreaviso apresentado aqui na reunião", afirmou Josilda.

 

Fonte: Ascom Semfas