ARACAJU/SE, 17 de julho de 2024 , 12:53:23

logoajn1

Servidores do Detran/SE farão nova paralisação de 24H das atividades nesta quarta-feira

Os servidores do Departamento de Trânsito de Sergipe (DETRAN/SE) farão uma paralisação de 24 horas nesta quarta-feira, 28. Esta será a quinta paralisação da série de suspensões das atividades que faz parte da estratégia da categoria para pressionar a direção do departamento para que sejam tomadas as providências quanto as irregularidades encontradas nos setores de atendimento.

 

Em sua pauta de reivindicações, os servidores exigem a exoneração dos funcionários Flávio Brasil e Nara Monteiro que, segundo o Sindicato dos Servidores do Detran de Sergipe (Sindetran/SE), permitiram, compactuaram e infringiram as leis que regem a administração pública.

 

Funcionária de uma empresa prestadora de serviços gerais do órgão de trânsito, Nara Vanessa Santos Monteiro, era responsável por digitar processos e, segundo o Sindetran/SE, gerenciava o setor de atendimento de maneira irregular. Após denúncia do sindicato, foi protocolado um pedido de explicações e punições aos envolvidos.

 

“Tivemos a infeliz surpresa de vê-la nomeada como chefe do setor, sendo bonificada e não penalizada pelo ocorrido”, explica a assessoria de comunicação do Sindetran/SE.

 

A categoria afirma ainda que a situação em Estância, município distante 68 quilômetros da capital, não é diferente. De acordo com o sindicato, o coordenador de atendimento Flávio Brasil estaria utilizando os estagiários para realizarem as funções dos funcionários e perseguindo servidores.

 

Em reunião com o Presidente do Detran/SE, Edgard Motta, representantes da categoria cobraram também providências do órgão após a exposição de um vídeo onde mostra Maria Luma Santana Andrade fazendo uso do sistema do departamento e emitindo documentos oficiais, mesmo esta não possuindo vínculo de nenhuma natureza com o Detran ou entidade semelhante.

 

Detran

 

De acordo com a assessoria de comunicação do Detran, o órgão ainda não foi notificado oficialmente pelo sindicado sobre a paralisação dos servidores. Porém, diante da possibilidade do movimento, a assessoria informou que o departamento estará acompanhando os desdobramentos para se posicionar a respeito do fato.

Você pode querer ler também