Suco de laranja foi o principal produto exportado no mês de maio em Sergipe

A balança comercial de Sergipe apresentou um saldo negativo de US$ 6,7 milhões em maio. Foram US$ 9,9 milhões em importações e US$ 3,2 milhões em exportações. Em relação ao mês anterior, ocorreu queda nas exportações (-57%) e importações (-30%). Na comparação com o mesmo período do ano passado, houve decréscimo nas exportações (-2%) e nas importações (-56%). Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (10) pelo Observatório de Sergipe.

No mês, o item ‘Sucos de laranjas, congelados, não fermentados’ foi o mais exportado, com 36%. Já o mais importado foi ‘Diidrogeno-ortofosfato de amônio, inclusive misturas com hidrogeno-ortofosfato de diamônio’, responsável por 14% do total das importações.

A Holanda foi o principal comprador dos produtos sergipanos, respondendo por 15% do total exportado, tendo como principal produto ‘Sucos de laranjas, congelados, não fermentados’. Já as importações foram lideradas pela China, que respondeu por 24% do total, tendo como destaque ‘Outras máquinas e aparelhos para misturar ou amassar substâncias minerais sólida’.