ARACAJU/SE, 18 de maio de 2024 , 3:37:34

logoajn1

Famílias da ocupação “Nasce a Esperança” afirmam que não vão sair

Da redação, AJN1
 

Esta terça-feira (29), marcou o fim do prazo dado pela justiça para a saída do local de forma pacífica das cerca de 400 famílias que fazem parte da ocupação ‘Nasce a Esperança’, no bairro Santa Maria, zona Sul de Aracaju. A reintegração de posse pede a desocupação de dois terrenos pertencentes a uma empresa.

Diante da iminência de ficarem desabrigados, os moradores cavaram na entrada da invasão uma trincheira para tentar impedir o acesso de máquinas. “Vamos resistir de todo jeito, não vamos sair”, anunciou com ar de insatisfação e tristeza o ocupante Erílio Bispo.

Apreensivos, os integrantes da ocupação reclamam que não estão recebendo apoio dos órgãos responsáveis. “Não estamos contando com o apoio de ninguém: nem da Prefeitura e nem Defensoria Pública”, afirmou Bispo.

Segundo informações da assessoria de comunicação da Secretaria Municipal da Família e da Assistência Social (Semfas), o órgão não recebeu nenhuma notificação judicial acerca da ocupação para o cadastramento de famílias.

Já o diretor de comunicação da Polícia Militar, tenente-coronel Paulo Paiva, informou que também não houve notificação judicial para uma intervenção naquela localidade.
 

Você pode querer ler também